TCC de egressa do Curso de Jornalismo é vencedor de premiação nacional

por João Moura

A egressa do Curso de Jornalismo Thifanny Alves teve seu trabalho de conclusão de curso (TCC) agraciado com o primeiro lugar na premiação do 4º Edital de Jornalismo de Educação – Categoria Estudante. Consistindo em um documentário sobre a trajetória de duas estudantes potiguares candidatas ao Enem, o TCC concorreu com outros 62 trabalhos, oriundos de 17 estados e do Distrito Federal.

A premiação é uma iniciativa da Associação de Jornalistas de Educação (Jeduca), em parceria com a organização Itaú Social, e foi anunciada nesta quinta-feira (13).

O documentário, intitulado “Porta de trás”, foi apresentado por Thifanny no segundo semestre de 2022 e conta a história de duas alunas de escola pública, do interior do Rio Grande do Norte, que se preparavam para o Enem de 2021 – edição realizada em meio à pandemia de covid-19 e que teve uma das menores taxas de participação de negros e estudantes egressos da rede pública.

Para produzir o TCC, a jornalista acompanhou as personagens durante quase um ano, mostrando particularidades de suas trajetórias escolares e os desafios enfrentados para realizar o exame que representa a principal porta de acesso ao ensino superior no Brasil.

“A ideia de fazer uma produção audiovisual sobre esse tema surgiu há alguns anos, e quando cheguei na fase do TCC, vi a oportunidade de colocar em prática. Fui aluna de ensino médio em escola pública e passei pelo Enem para chegar até aqui. Desde aquela época eu já me questionava sobre os déficits do ensino público, e o quão justa seria essa avaliação. A construção do Porta de trás aconteceu nessa perspectiva: falar sobre a importância do exame para o acesso superior e, principalmente, mostrar como a educação brasileira precisa melhorar e chegar a quem precisa”, conta a egressa.

Filha de pais professores, Thifany relata o envolvimento que sempre teve com a temática da educação e a alegria de poder abordar esse assunto em seu trabalho de conclusão de curso e vê-lo sendo premiado.

“Foi de fato um orgulho ver meu trabalho se destacar numa seleção nacional. Não só pelo reconhecimento, mas principalmente de ver as histórias contadas no documentário ganhando o Brasil”, comenta a jornalista, que, durante a graduação, foi também estagiária da Uern TV.

O documentário pode ser assistido AQUI

Mais Posts