Saudades de um amor – HISTÓRIA E POESIA

por Solange Santos

Hoje me peguei pensando em ti, me vi envolvida numa saudade que me fez confundir.

Confundir o real com o imaginário, a noite com o dia e desejar ardentemente sua companhia.

Hoje me peguei querendo os seus beijos, delirar no teu cheiro e suspirar de desejo.

Desejo de sentir sua mão sobre mim, sua boca úmida a me beijar e seus braços a me abraçar.

Hoje me peguei a me interrogar, se o que sinto é amor então porque me causa tanta dor?

Dor por não poder te tocar quando quero, de não chamá-lo de meu amor e de não ter contigo um elo.

Hoje me peguei vivendo uma realidade, que exigiu de mim mais maturidade.

Maturidade para saber que seu amor não é meu, que o que me fez sentir já morreu. Porém morreu em ti, porque em mim tuas lembranças são tão vivas quanto minha esperança.

Foto: Pacífico Medeiros

Solange Santos – Comunicóloga graduada pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN – Poetisa nas horas da vida

Mais Posts