Mossoró tem programação para a Semana de Combate à Violência Contra a Mulher

Começa nesta quinta-feira (23) uma extensa programação em alusão ao Dia Internacional de Não Violência à Mulher, 25 de novembro. A primeira atividade é a audiência pública Combate à Violência Contra a Mulher, às 9h, no Plenário da Câmara Municipal de Mossoró (CMM), proposta pelo mandato popular Vereadora Isolda Dantas. Um momento para discutir ações e políticas de enfrentamento à violência e de acolhimento às mulheres. “A audiência pública vem para construir o debate e também propor encaminhamentos concretos do que fazer para diminuir ou exterminar essa violência que tanto massacra e mata essas mulheres no País”, destaca Isolda.

Segundo dados do Observatório da Violência Letal Intencional do Rio Grande do Norte (OBVIO), até 17 de novembro de 2017, 140 mulheres foram assassinadas no estado, um aumento de 48,9% em relação ao mesmo período no ano passado. Destes, 34 foram classificadas como feminicídio, quando há caracterização de violência doméstica e/ou de gênero. Em Mossoró, nove mulheres já foram mortas este ano.

“Nós não vamos admitir esse alto índice de violência no nosso estado e na nossa cidade. O movimento de mulheres tem construído muita resistência, autorganização e está sempre em alerta para dar assistência e promover a autoafirmação das mulheres na sociedade”.

Ainda de acordo com a programação, às 17h, na praça Antônio Vigário Joaquim (em frente à Catedral), dentro do Ciclo de Debates sobre a Revolução Russa que vem sendo realizado desde a semana passada pelo mandato de Isolda, será discutido sobre a atuação das mulheres na Revolução Russa. Ainda na quinta, a partir das 19h, na praça do Memorial da Resistência, em parceria com o Poesia Vagabunda será realizado o Sarau de Quinta Mulheres no Front com músicas e poesias que destacam o protagonismo e organização feminista.

Na sexta, 24, o Cine Feminista acontecerá na rua Rua Delfino Freire, 550A, Lagoa do Mato, com exibição do filme “Dormindo com o inimigo”, propondo um debate sobre o enfrentamento à violência contra a mulher.

A tradicional Marcha das Lanternas Lilás é realizada no sábado, 25, onde as mulheres carregarão lanternas artesanais, apitos e farão memória às mulheres assassinadas e agredidas pelo bairro Nova Vida. Após a caminhada, ocorrerá, na sede do Grupo Mulheres em Ação, o Seminário Alerta Feminista: o Feminismo contra o Neoliberalismo que abordará a perspectiva internacionalista da luta das mulheres contra a força do capital na imposição de retrocessos de direitos e avanço do conservadorismo.

A Semana de Combate à Violência Contra a Mulher tem realização do Centro Feminista 8 de Março, Marcha Mundial das Mulheres, Grupo Mulheres em Ação, Coopermups, Ousadia Juvenil, Rede Xique-Xique de Economia Solidária e o mandato popular Vereadora Isolda Dantas.

Emendas propostas por Isolda e aprovadas à Lei de Diretrizes Orçamentárias 2018 (LDO):

– Criação, manutenção e funcionamento do Conselho Municipal de Políticas Públicas para Mulheres;

– Implantação da Casa Abrigo para mulheres em situação de violência;

– Implantação e funcionamento da Rede de Acolhimento das mulheres vítimas de violência;

– Implantação de programas de justiça restaurativa para a resolução de conflitos.

Mais Posts