Lembranças da escola

Ainda lembro com saudades do meu tempo de escola.

Lápis e papel na mão, olhos atentos, ouvidos abertos, livros cheirando a cola.

O professor era autoridade que obedecíamos com medo e receio.

Um ser iluminado e admirado, que era tratado com todo respeito.

Os pais eram conscientes, que papel de professor era de instruir seus filhos, disciplinando para serem adultos inteligentes.

O Hino Nacional era tocado e com toda reverência era idolatrado.

Um momento de magia, onde o amor à pátria virava euforia.

Hoje me pergunto o que fizeram com a escola. Professor não é mais autoridade, o respeito e os livros foram jogados fora.

Uma geração que tem aprendido com a tecnologia programas eficientes.

Mas que não sabe tratar o próximo como gente.

Um grito de clamor ecoa pelo ar.

Salvem nossos jovens e os ensinem a estudar.

Respeitem os professores pois eles te farão doutores.

Foto: Pacífico Medeiros

Solange Santos – Comunicóloga graduada pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN – Poetisa nas horas

Mais Posts