Jornalista Lúcia Rocha lança livro infantojuvenil

O livro A Menina que Queria Ir À Guerra é a estreia da jornalista Lúcia Rocha no universo infantojuvenil. Um livro pensado com afeto e com um vocabulário acessível à crianças que tenham 10 anos+. A história trata de um assunto relevante para as famílias, que é a escolha profissional dos filhos. 

A Menina que Queria Ir à Guerra traz este assunto porque a autora desde criança passou por diversos desafios até conseguir seu intento que sempre foi ser jornalista. A cidade não tinha nenhum profissional graduado em Jornalismo e o país vivia sob o Regime Militar, sem liberdade de imprensa. Sem o curso de Comunicação Social em Mossoró, a autora teve que cursar Ciências Sociais, na UERN – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – antes de prestar Vestibular na UFRN – Universidade Federal do Rio Grande do Norte – em Natal, concluindo o curso no final de 1990.

O livro está escrito na terceira pessoa e a autora explica que o jornalismo sempre esteve ao seu lado, através de dois vizinhos ainda na infância, os saudosos Canindé Alves e Lauro da Escóssia. Ela trocava os brinquedos e as brincadeiras para observá-los trabalhando à máquina de datilografia, em suas casas.

Lúcia está muito feliz com esse novo livro e sabe que ele trará lindos e fortes frutos entre crianças, adolescentes e jovens, quiçá entre adultos também.

O lançamento do livro ocorre nesta quinta-feira, 12, a partir das 15 horas, no Açaí do Alto, na Praça de Conveniência, no centro de Mossoró.

Também haverá as seguintes sessões de autógrafos no decorrer de outubro: dia 14, a partir das 9 h no Rust Café, em Mossoró; em Natal, dia 21, na Livraria Ciranda Cultural, no Midway Mall; dia 23, na Livraria Nobel, no Praia Shopping, e em Tibau, dia 28, no Rotary Club.

Mais informações: @luciarochaoficiall

Mais Posts