Estudo elaborado pela UERN avalia impacto socioeconômico do Mossoró Cidade Junina

Em solenidade realizada na tarde desta terça-feira, 25, no Salão dos Grandes Atos, na Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM), a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) entregou ao Município o relatório do estudo sobre o impacto socioeconômico do Mossoró Cidade Junina 2017.

A pesquisa foi desenvolvida no período de 1º de junho a 21 de julho, e envolveu 20 estudantes dos cursos de Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Gestão Ambiental e Turismo. Os trabalhos foram coordenados por cinco professores dos Departamentos de Ciências Econômicas e de Ciências Contábeis.

O reitor da UERN, o professor Dr. Pedro Fernandes Ribeiro Neto, destacou que a elaboração e o desenvolvimento de estudos dessa natureza fortalecem o trabalho de formação da Universidade, ao mesmo tempo em que a aproxima da comunidade onde ela está inserida.

A aluna Jordana Souza, do 6º período do curso de Turismo, ratifica a fala do professor Pedro Fernandes, destacando que a experiência foi fundamental para a sua formação profissional.

A prefeita Rosalba Ciarlini agradeceu a parceria com a UERN e parabenizou a elaboração do estudo que deverá nortear o planejamento do Mossoró Cidade Junina para o ano de 2018. 

Para o professor Me. Jandson Dantas da Silva, do departamento de Ciências Contábeis, o estudo traz benefícios em diferentes aspectos. “Para o estudante, o estudo possibilita colocar em prática a teoria vista em sala de aula; para o professor, a pesquisa também oportuniza uma prática mais potencializada do conteúdo ministrado; e para a sociedade, o trabalho representa uma contribuição efetiva para o seu desenvolvimento”, declara.

A reunião para a entrega do resultado do estudo elaborado pela Universidade contou ainda com a presença do vice-reitor da UERN, o professor Aldo Gondim ; da vice-prefeita, Nayara Gadelha; dos secretários municipais de planejamento, Aldo Fernandes; de Cultura, Eduardo Falcão; de Desenvolvimento Econômico, Lahyre Rosado Neto; de Segurança, Eliéser Girão; e de Comunicação Social, Aglair Abreu; e estudantes participantes do projeto.

Dados da Pesquisa

O professor Dr. Leovigildo Cavalcanti de Albuquerque Neto, chefe do Departamento de Ciências Econômicas, apresentou alguns dados do estudo sobre o impacto socioeconômico do Mossoró Cidade Junina. Segundo a pesquisa, cada R$ 1 gasto na realização do evento gera um retorno de R$ 4 para a economia local. Considerando que o custo do evento neste ano ficou em torno de R$ 3 milhões, o retorno financeiro para o Município foi de aproximadamente R$ 12 milhões.

Ele destacou que somente o Concurso de Quadrilhas movimenta em torno de R$ 400 a R$ 600 mil. O setor hoteleiro também é aquecido durante os festejos juninos, movimentando em média R$ 300 mil.

No setor turístico, a pesquisa mostrou que a festa atrai um número significativo de pessoas de fora. “Cerca de 720 mil pessoas participaram da programação do Mossoró Cidade Junina, considerando todos os projetos. Desse total, 22% afirmaram ser a primeira vez que prestigiaram o evento”, diz o professor.

Com relação à geração de empregos, o estudo revelou que somente no setor dos comerciantes informais foi criado 3 mil postos de trabalhos temporários ao longo da realização da festa junina.

Embasado nos números, o professor Leovigildo Cavalcanti sugeriu a realização de seminários de preparação do evento para planejar e elaborar cada projeto do evento.

Mais Posts