Estudantes da Uern participam de experiência em emissora nacional

por Bruno Soares

Ao encontrar Fátima Bernardes, jornalista e apresentadora da Rede Globo de Televisão, o estudante de Jornalismo da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) Danilo Ezequiel de Oliveira Queiroz não conteve as lágrimas. Com o colega de curso Bernardo Victor de Araújo Melo, ele foi selecionado para participar este ano do projeto Geração Futura, uma realização do Canal Futura e da Fundação Roberto Marinho.

Estar no Rio de Janeiro (de 30 de janeiro a 11 de fevereiro), conhecer estúdios e artistas, participar de produções e vivenciar uma experiência única tem sido “fantástico” para o estudante.

“Sei que é um clichê a gente falar que a ficha ainda não caiu, mas a sensação é essa: incredulidade. Viver algo tão fantástico e surreal é surpreendente, mas tá acontecendo com a gente (eu e Bernardo) e tem sido muito especial”, relatou Danilo Queiroz.

Sobre o encontro com a global que por muitos anos apresentou o Jornal Nacional, foi incrível, confessa. “Não é todo dia que você pode ver na sua frente um dos maiores ícones do jornalismo nacional. Foi muito emocionante por causa do quanto representa pra mim enquanto jornalista e enquanto pessoa que acompanhou parte da trajetória dela durante todo meu caráter formativo”, acrescenta.

Para Bernardo Victor, “o Geração Futura é uma oportunidade de poder evoluir cada vez mais, tanto profissionalmente quanto na vida pessoal.”

O projeto Geração Futura oferece a estudantes de Comunicação Social de suas universidades parceiras e participantes de instituições do terceiro setor voltadas para o audiovisual, a oportunidade de se aproximarem da mídia televisiva, oferecendo conhecimento necessário à construção de um modelo de produção para o Canal Futura.

Possibilita que universitários e egressos(as) conheçam de perto a emissora e acompanhem a produção televisiva na prática, através de visitas aos estudos e participem de oficinas, palestras e atividades diversas ligadas ao audiovisual.

De 2014 até a atual edição de 2023, 14 alunos(as) da Uern participaram do projeto nacional na capital fluminense.

Todo ano um edital é aberto para seleção de jovens de todo o país. Depois de selecionados, os estudantes vêm até a sede do Futura no Rio de Janeiro para participar de oficinas audiovisuais. Depois de produzidas, as séries são exibidas na TV e estão disponíveis também no Futura Play.

Quando ainda era estudante de Jornalismo, Luiza Gurgel, que hoje trabalha na Uern TV, participou do Geração Futura no ano de 2020.

“Posso dizer que foi um divisor de águas na minha vida, sou outra pessoa depois dele. O Geração Futura me trouxe autoconfiança, conhecimento, união, amor, criatividade, esperança, respeito aos outros, a mim, ao processo, ainda mais a minha Universidade, a minha arte e ao meu jornalismo. É algo que nunca vou esquecer e vou contar para os meus filhos no futuro”, ressalta.

O chefe do Departamento de Comunicação Social, professor Jefferson Garrido, disse que é muito gratificante os resultados dessas participações.

“Os alunos voltam mais maduros, com mais ousadia, com mais disponibilidade de partilhar esse conhecimento com os outros. Em todas as edições, a gente tem recebido alunos que querem fomentar, querem incentivar a participação e querem, junto com esses que ainda sonham em ocupar esses espaços em grandes redes, em grandes canais, continuar a sonhar e a produzir. Ganha o Departamento, ganha a Universidade porque eles voltam cheios de conhecimento e partilham com os colegas”, conta o docente.

O professor Fabiano Morais, diretor da Uern TV, destaca que a experiência é muito importante para a formação acadêmica dos estudantes.

“Com a participação, eles aprimoram os conhecimentos práticos e permite que haja um grande intercâmbio com universitários de todo o país. É a sétima participação nossa no projeto e a cada ano renovamos a felicidade em permitir que essa juventude faça a imersão de conhecimentos no Canal Futura, nosso grande parceiro desde 2014”, destacou.

Mais Posts