Egressos da Uern promovem Festival Alternativo de Cinema de Mossoró

por Vitória Araújo – estagiária de Jornalismo UERN

A segunda edição do Festival Alternativo de Cinema de Mossoró (FACIM) inicia a programação de oficinas nesta segunda-feira(23). O evento é organizado pela jornalista  Luíza Gurgel, egressa da Uern e aluna do mestrado em Ciências Sociais, e pelo ator potiguar Plínio Sá. 

O festival tem o objetivo de mostrar o talento e a capacidade dos produtores de arte da cidade.  Com oficinas gratuitas no campo do cinema e exibição de filmes, as atividades seguem até domingo (29). As exibições iniciam no dia 27 de outubro, no Memorial da Resistência.

Nesta segunda, a partir das 18h, será ministrada uma oficina de Audiovisual com Celular, ministrada pelo jornalista, documentarista e produtor audiovisual Fernando Nícolas, conhecido por Fêfo. A atividade será desenvolvida no Sebrae.

A programação será voltada para o público acima de 16 anos. Com vagas limitadas, as inscrições podem ser feitas através de formulário on-line. 

O Facim terá sessões de filmes inscritos de todo o país nas categorias do festival – Cine Caiçara, Cine Cid, Cine Rivoli, Cine Pax, Cine Centenário e Cine Imperial -, além de estreias mossoroenses e obras convidadas, e uma roda de conversa sobre o audiovisual. Foram recebidos 376 filmes de todo o Brasil e a estimativa é de que sejam selecionados 40 para exibição.

Luíza Gurgel, organizadora do evento, conta que atualmente o Facim é o único festival de cinema da cidade de Mossoró e que neste ano contará com a participação de alunos dos cursos de Publicidade, Rádio, TV e Internet e Jornalismo da Uern, sendo como um projeto de extensão, disponibilizando certificados de horas complementares.

“Eu acho o Facim extremamente importante para os estudantes de comunicação de uma forma em geral. É uma forma deles exercerem o que estudam nas aulas. No festival desse ano, temos voluntários nos três cursos da Uern: publicidade, RTVI e jornalismo. E isso me deixa com o coração quentinho de amor pela educação, pela cultura e arte, e pela Uern” comentou a mestranda.

A aluna Joyce Sarmento, do 1º período de Jornalismo, comenta que a participar do Facim está sendo uma oportunidade incrível.

“O cinema por si só já é algo que faz parte do que almejo atuar profissionalmente e sabendo como os festivais estão presentes na ascensão das produções audiovisuais, a experiência acaba valendo em dobro”, comentou a aluna que está na curadoria do festival. 

A programação completa pode ser acessada através deste link AQUI.

Mais informações: @facimossoro 

Mais Posts