Conselho de Educação Física divulga medidas para evitar aumento do Novo Coronavírus em ambientes de atividade física

O Conselho Regional de Educação Física da 16ª Região divulgou algumas
medidas e ações que , de acordo com as orientações do Ministério da
Saúde e organizações internacionais, devem ser tomadas por
Profissionais de Educação Física e por praticantes de atividades
físicas em locais abertos e fechados para evitar a contaminação pelo
novo coronavírus, causador da doença COVID-19, que pode ser letal para
alguns grupos de risco, como idosos e pessoas com doenças crônicas,
como hipertensão e cardiopatias. Academias, escolas e clubes tem a
liberdade de tomar a decisão de seguir ou não com as atividades, desde
que tomem todos os cuidados necessários para evitar a disseminação da
doença.

É importante lembrar que se manter fisicamente ativo, com a prática de
atividades moderadas, é primordial para a manutenção da saúde. Essas
atividades podem ser realizadas em casa, inclusive. Pessoas que fazem
parte do grupo de risco não devem participar de atividades coletivas
ou realizadas em locais de grande circulação de pessoas. Também é
importante que academias, escolas de modalidades esportivas e outros
locais de treinamento, disponibilizem materiais de higiene, como
álcool gel 70, sabão e água e estimulem a higienização com frequência.
Higienizar os equipamentos de uso comum em cada troca de usuário é
outra orientação.

Outra medida indispensável é impedir a aglomeração em espaços que
tenham menos de dois metros quadrados por pessoa e orientar que cada
uma delas fiquem a, pelo menos, um metro de distância umas das outras.
O ideal é realizar aulas coletivas com grupos pequenos. Uma
possibilidade é tentar realizar essas atividades ao ar livre. Em aulas
de lutas e outros esportes de combate, o melhor é fazer atividades sem
contato físico.

Em caso de identificação de pessoas com suspeita de contaminação, o
ideal é orientar a interrupção da atividade e encaminhar a pessoa para
atendimento em unidades de saúde.

Lavar as mãos com água e sabão, utilizar álcool em gel, cobrir o nariz
e a boca ao espirrar ou tossir, evitar aglomerações se estiver doente,
manter ambientes ventilados e não compartilhar objetos pessoas são
medidas que devem ser tomadas por todos para evitar a contaminação e
crescimento da doença.

Mais Posts