Comentários preconceituosos

Uma pesquisa contratada pela cerveja Skol junto ao IBOPE Inteligência, e realizada em todas as regiões do País, aponta que os comentários ofensivos, mesmo que feitos sem perceber, continuam sendo reproduzidos diariamente pelos brasileiros. Embora 83% dos entrevistados se declarem não preconceituosos, 72% já fizeram algum comentário ofensivo. Ou seja, sete a cada 10 brasileiros.

A pesquisa se baseou em quatro tipos de preconceito mascarados por frases usuais: machismo, LGBTFOBIA, estético e racial. Além de perguntas diretas sobre como cada indivíduo se enxerga, as pessoas foram questionadas se já ouviram ou disseram determinadas frases, como “Mulher tem que se dar ao respeito”, “Pode ser gay, mas não precisa beijar em público” e “Não sou preconceituoso, até tenho um amigo negro”.

O machismo está presente no cotidiano de 99% dos brasileiros ouvidos. 61% já pronunciaram algum comentário machista, mesmo que alguns não reconheçam o preconceito.

Mais Posts