ACORDE: HERBALIFE FAZ MAL

por Marina Castro - nutricionista CRN 21432/P

A Herbalife é uma empresa que está há mais de 30 anos no mercado, produzindo diversos produtos para a perda de peso, suplementação e cosméticos. E é esse tempo de mercado e o bom trabalho do marketing, claro, que leva o público a confiar na marca. O produto inclusive, é liberado para livre venda pela ANVISA, e esse é o primeiro ponto que todo bom defensor irá bater.

Mas responda, quantas marcas de refrigerantes, cigarros dentre outros produtos estão no mercado com a mesma liberação, mesmo todos nós sabendo dos seus malefícios? Com a Herbalife não é diferente, o produto pode fazer mal à saúde e causar diversos problemas ao fígado, podendo até levar a necessidade de um transplante.

Quanto à eficácia

A promessa da Herbalife é a perda de peso rápida e sem sacrifício, substituindo as refeições por shakes. E sobre isso, nós já falamos aqui. Quando há uma restrição brusca de calorias há também uma consequente perda de peso, mas além de gordura, você também irá perder músculo e água. E no final do processo, irá recuperar todo o peso perdido e mais um pouco quando voltar a comer normalmente. Porém, só a gordura será recuperada, prejudicando assim, sua composição corporal.

Além disso, essa troca permanente poderá levar a uma deficiência de vitaminas e minerais, que são de extrema importância para o bom funcionamento do organismo. Podendo causar mal-estar, queda de cabelo, unhas fracas e quebradiças, anemia entre outros.

Quanto aos malefícios

Um estudo publicado pelo International journal of molecular sciences em 2016, traz que até o ano de 2014 existiam 11 relatórios publicados de lesões hepáticas (com um total de 57 casos) após a ingestão de alguns dos diferentes produtos oferecidos pela Herbalife. O tipo mais comum de lesão hepática encontrada foi a hepatocelular. Mas entre outros casos, foi constatado insuficiência hepática aguda, que requer transplante e casos de lesão crônica, incluindo a cirrose.

Em dois dos casos de lesão hepática após a ingestão de produtos Herbalife, foi encontrada contaminações com Bacillus subtilis (Bactéria) nos produtos. Dessa forma, a adulteração de produtos com bactérias explica alguns casos de lesão hepática em pacientes. Outras causas possíveis de lesões hepáticas associadas ao produto, pode ser a contaminação com outros microrganismos ou produtos químicos durante a fabricação ou até o uso de produtos não refinados, como extratos de ervas.

Por fim, emagrecer a qualquer custo não é sinônimo de saúde. Estratégias como essa foram criadas para pessoas preguiçosas e sem o mínimo de foco, e podem gerar consequências literalmente fatais. Quantas pessoas você conhece que fizeram dietas radicais e depois conseguiram manter o peso? A boa e velha educação alimentar continua sendo a ÚNICA forma de obter resultados satisfatórios e permanentes. Se informe, seja crítico, leia. Saúde é coisa séria. Nutrição é com Nutricionista!!

O ministério da saúde recomenda através da segunda edição do Guia Alimentar para a População Brasileira: Faça de alimentos in natura ou minimamente processados, em grande variedade e predominantemente de origem vegetal, a base de sua alimentação.

Marina Castro – Nutricionista – CRN 21432/P

Mais Posts