Browsing Tag

william robson

Análise política sobre os bastidores do Rio Grande do Norte com uma boa dose de humor. Foi assim que os jornalistas Bruno Barreto e William Robson, com trajetórias consolidadas em veículos de Mossoró, decidiram criar um canal no youtube batizado de Foro de Moscow. O programa será diário, de segunda-feira à sexta-feira, gravado durante as manhãs, com foco em “atualidades e política”. Inicialmente, o programa ficará hospedado no canal do youtube do blog do Barreto, mas em breve terá canal próprio. O nome é uma sátira às críticas ao Foro de São Paulo, organização que congrega desde 1990 partidos e entidades de esquerda da América Latina. O Moscow fica por conta da piada que os mossoroenses fazem com a própria cidade em razão do “frio” característico da capital do Oeste. Editor do blog do Barreto, Bruno Barreto conta que a ideia nasceu de um desejo antigo dos colegas que sonhavam trabalhar juntos: – Outra preocupação é em abrir espaço para entrevistas, recebendo gente que pensa diferente de nós, Seremos plurais, diferentemente da mídia conservadora”, disse. Assista pelo https://youtu.be/Us4h5gQQPHw
Jornalista com passagens marcantes no Jornal De Fato e Gazeta do Oeste onde liderou equipes vitoriosas e premiadas, William Robson Cordeiro conseguiu um feito histórico para Rio Grande do Norte ao se tornar o primeiro doutor em jornalismo do Nordeste com formação em universidade brasileira. Aluno da segunda turma, do primeiro doutorado em jornalismo do país, PÓSJOR da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), William defendeu a tese “Hiperinfografia: uma proposta para o infográfico de quarta geração”. William é graduado em comunicação social com habilitação em jornalismo pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e mestre em jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). “Esse é o único doutorado em jornalismo da América Latina e eu fui o primeiro nordestino a entrar no curso”, frisou. Sobre o trabalho ele disse que foi fruto de muito esforço. “Não foi fácil, teve muita renúncia, muita luta e esperança. Mas tenho orgulho de ser o primeiro doutor em jornalismo do Nordeste, proveniente de uma universidade brasileira. Feliz e disposto a seguir com os desafios da pesquisa no campo”, declarou nas redes sociais. Ele foi orientado pela professora Raquel Ritter Longhi. O segundo doutor em jornalismo do Nordeste com formação no Brasil também será do Rio Grande do Norte. Edwin Carvalho está concluindo sua pesquisa sobre o ensino de jornalismo nos países de língua portuguesa na África. William diz em suas redes sociais: "Não foi fácil, teve muita renúncia, muita luta e esperança. Mas tenho orgulho de ser o primeiro doutor em jornalismo do Nordeste, proveniente de uma universidade brasileira. Feliz e disposto a seguir com os desafios da pesquisa no campo. Agradeço a todos os que estiveram comigo nesta conquista importantíssima. Todos registrados na tese".
O livro "Gêneros e Formatos no Ciberjornalismo" já pode ser acessado e lido na Biblioteca Central da UERN. Integra o corpo de autores o ex-aluno do curso de Comunicação Social da UERN e hoje mestre em Estudos da Mídia e pesquisador/doutorando em Jornalismo pela UFSC, William Robson, que fez a doação de exemplares para a instituição. Este trabalho é o resultado de importantes pesquisas desenvolvidas no Núcleo de Estudos e Produção Hipermídia Aplicados ao Jornalismo (NEPHI-JOR), do grupo Hipermídia e Linguagem/CNPq, coordenado pela pesquisadora Raquel Ritter Longhi (Posjor Ufsc). São várias as abordagens, passando por Grande Reportagem Multimídia, gerenciadores de conteúdo, telejornalismo e internet, coletivos, webdocumentários, infografia interativa, fotojornalismo e tendências de inovação no jornalismo. William agradeceu ao professor Esdras Marchezan – DECOM UERN – pela entrega na tarde de hoje: “O companheiro de lutas e profissão de fé, Esdras Marchezan Sales, fez a devida doação para os queridos do Decom Uern. Obrigado, amigo”.