Browsing Tag

UERN

Estudantes do curso de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) conquistaram quatro troféus na Exposição de Pesquisa Experimental de Comunicação (Expocom), mostra competitiva que ocorre durante o Intercom Nordeste. O anúncio do prêmio ocorreu na noite do último sábado, 7, no encerramento do evento, na cidade de Juazeiro (BA). Os discentes tiveram seus trabalhos considerados os melhores do Nordeste nas categorias: Roteiro de Ficção, Design Gráfico, Jornal Mural e Projeto de Assessoria de Imprensa. Este é o terceiro ano consecutivo que os alunos do curso de Comunicação Social se destacam na competição e voltam para a Universidade com troféus. O chefe do Departamento de Comunicação Social (DECOM), Ricardo Silveira, avalia positivamente as premiações alcançadas pelos estudantes de Comunicação no INTERCOM Nordeste 2018. “Agora, os trabalhos escolhidos vão concorrer no congresso nacional do INTERCOM. O DECOM/UERN por seguidos anos tem participado e alcançado premiações nesse evento, tanto na etapa regional quanto na nacional. Isso demonstra a boa qualidade do curso de Comunicação Social da UERN, nos orgulha muito e nos dá forças para enfrentar os desafios que sempre se colocam diante de nós”, declara. O estudante Fernando Nícolas, que conquistou prêmio em duas categorias, enfatiza a satisfação diante do resultado. “Trazer esses dois prêmios para a UERN reflete a nossa gratidão pela Universidade e pelos ensinamentos que colocamos em prática na sala de aula. Esse é o nosso terceiro prêmio na etapa Nordeste, e na etapa nacional somos campeões como melhor jornal mural do Brasil. Vale salientar que os dois projetos vencedores da Expocom deste ano avançam para a edição nacional e a nossa determinação é trazer os dois do nacional para casa. Eu e minha equipe estamos felizes de ver o quão a nossa Universidade é importante para esses resultados, elogiados, inclusive pela própria organização do evento”. Na edição deste ano, a UERN concorreu com 12 trabalhos da Expocom e um trabalho do Intercom Júnior. Da programação como um todo, foram 27 alunos participantes, além de professores do curso de Comunicação Social. O Intercom reúne estudantes, pesquisadores e professores de Comunicação de universidades de todo o Nordeste. O evento é o maior espaço de debates e troca de experiências sobre o campo da comunicação na região. Confira os trabalhos vencedores: Categorias: Projeto de Assessoria de Imprensa e Jornal Mural. Estudantes: Marcos Leonel Hélio Cunha Larissa Maciel Fernando Nícolas Leonora Sales Pedro Vale Luiza Medeiros Orientação: Professores: Ricardo Silveira e Joseylson Fagner Categoria: Design Gráfico Estudantes: Samir Magoya Vinícius Nogueira Bruno Luiz Oliveira Orientação: Professora Juliana Teixeira Categoria: Roteiro de Ficção Estudantes: Pablo Praxedes Gleyce Louis Orientação: Professora Ana Lúcia Gomes
“Discurso de ódio ou liberdade de expressão”. A temática que está em evidência na atualidade será tema de debate na primeira edição do “Comunicando”. O evento será realizado entre os dias 26 e 28 de junho, no auditório da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais (FAFIC) e no Departamento de Comunicação Social (DECOM), da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Promovido pelos estudantes do 7º período do curso de Publicidade e Propaganda, dentro do planejamento executado na agência laboratorial, o evento traz um debate sobre o discurso de ódio, “que é um tema de grande destaque e relevância para a realidade em que vivemos”, frisa a Profª. Me. Paula Zagui. Por se tratar de um tema transversal, o “Comunicando” reúne também estudantes do curso de Jornalismo e Radialismo da UERN. “Ultimamente uma crescente onda de intolerância e discurso de ódio tem tomado conta do País. O evento abordará o combate ao discurso de ódio e à discriminação. Discurso esse que engloba todas as formas de expressão que propagam, incitam, promovem ou justificam o ódio racial, a xenofobia, a homofobia e outras formas de ódio baseadas na intolerância”, declara a professora. A programação terá minicursos, mesa-redonda, oficinas, palestras e apresentações. O evento é voltado para estudantes e profissionais de comunicação e áreas afins. As inscrições estão abertas. A taxa é de R$ 10 estudante e R$ 20 profissional. O “Comunicando” terá certificado de 10 horas/aula mais quatro horas dos minicursos. ABERTURA 26 DE JUNHO – TERÇA-FEIRA 19h – MESA-REDONDA: Comunicação, discurso de ódio e liberdade de expressão. Márcia Mello (Coletivo Arretadas; Colaboradora do Mídia Ninja RN e Nacional) Marcília Mendes (Profª. Drª. DECOM/UERN) Geilson Fernandes (Doutorando em Estudos da Mídia- UFRN) Local: Auditório da FAFIC/ UERN 27 DE JUNHO – QUARTA-FEIRA 8h – OFICINAS E MINICURSOS * Publicidade: O papel da publicidade para a construção e desconstrução do discurso de ódio. Profª. Drª. Juliana Teixeira * Vídeo: A cobertura televisiva em situações de conflito Prof. Dr. Marco Escobar * Rimas: Versos como resistência urbana – Slams, recitais e saraus contra a discriminação. Profª. Drª. Daiany Dantas * “Memologia”: para sermos capazes de opinar sobre isso! Profª. Ma. Fernanda Aragão * “Zine Queer”: produção de revistas independentes com a temática Queer Prof. Dr. Sandro Soares Local: Bloco do DECOM/UERN 28 DE JUNHO – QUINTA-FEIRA 8h – PALESTRA: Astroturfing, Violência e Representação em Disputas Eleitorais Virtuais. Prof. Ms. Heitor Rezende Pinheiro (PUC/SP) Local: Auditório da FAFIC/ UERN 14h – PALESTRA: Ruas, redes e mídias: construção de identidade política da juventude na Internet. Bany Narondy – Mestranda em Ciências Sociais (PPGCISH/UERN) Local: Auditório do DECOM/UERN 16h – BATE-PAPO: O discurso de ódio no universo LGBTQI com Apresentação – documentário TrasFORMAR- Por Felipe Freitas Prof. Ms. Joseylson Fagner (DECOM/UERN) Prof. Dr. Sandro Soares (FE/UERN) Local: Auditório do DECOM/UERN 18h – ENCERRAMENTO: Montação Drag + Lip Sync Local: Espaço Padoca DECOM/ UERN
No mês que antecede o período junino, o clima das festas e da cultura sertaneja começa a tomar conta das cidades do Nordeste. Nesta energia, estreia no próximo domingo, às 11h, em rede nacional, mais uma produção da UernTV, emissora da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Numa parceria da Uern, Canal Futura e Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), os brasileiros poderão assistir ao programa “Sou Xaxado”, que vai contar, em 4 episódios, curiosidades, momentos históricos e a importância desse ritmo e dança dentro da cultura nordestina. O programa conta com apresentação da jornalista Sara Cardoso e do ator e dançarino pernambucano Karl Marx. Os dois assumem uma representação descontraída de Maria Bonita e Lampião, e conduzem os telespectadores a um passeio sobre o xaxado e sua relação direta com a história do cangaço. As gravações do programa aconteceram no município de Serra Talhada, em Pernambuco, durante 10 dias, envolvendo estudantes, técnicos e professores da UERN e da UEPB. A direção geral é do professor da Uern, jornalista Fabiano Morais. “O projeto segue uma linha pensada em parceria com o Canal Futura, que é de difundir a cultura brasileira através de produções audiovisuais feitas pelas TVs universitárias das instituições parceiras do canal. Temos trabalhado bem isso, chegando a produzir antes, mais três programas deste tipo, que foram “Sanfonas Nordestinas”, “Eu quero é Frevo” e “Sou Cultura Afro””, explicou o professor. Para o reitor da Uern, Pedro Fernandes, a universidade assume, através de produções como essa, um papel decisivo na difusão da cultura regional para todo o Brasil. “Temos dado uma contribuição importante à difusão cultural através das produções da UernTV, não só para o Rio Grande do Norte, mas espalhando esse conteúdo para todo o Brasil através de parcerias como essa com o Canal Futura. Mais que isso, temos apostado no diálogo e intercâmbio com outras instituições públicas de ensino superior, possibilitando experiências importantes para nossos estudantes do curso de Comunicação Social e também para estudantes das outras universidades”, reforçou. O reitor da UEPB, Rangel Júnior, considerou a iniciativa muito rica, pela documentação da cultura nordestina e pela possibilidade de parcerias importantes como essa. “É uma ação muito interessante, principalmente por oportunizar a estes jovens jornalistas, estudantes, a experimentação de uma produção de maior fôlego que envolve várias etapas, desde a edição, captação de imagem, etc. Tudo isso faz um diferencial para quem participa do projeto. Sem contar que fortalece a cultura do Nordeste e é um grande serviço à sociedade. A parceria entre as instituições também revela que as fronteiras são puramente imaginárias. Na prática, quando se quer, as fronteiras são extintas”, comentou. Os quatro episódios estão divididos por temas: origem, ambiente e indumentária, dança e musicalidade, e a juventude no xaxado. Durante as gravações, estudantes dos cursos de Comunicação Social da UERN e da UEPB participaram do processo, junto a técnicos e professores das duas instituições. A equipe contou com apoio da Fundação de Cultura de Serra Talhada, da Fundação Cabras de Lampião e do grupo Zabelê. Dentre as universidades parceiras do Canal Futura, a Uern tem se destacado nas produções próprias realizadas através da UernTV. “Através desse trabalho conseguimos obter um reconhecimento profissional que tem levado a gente a puxar parcerias com outras universidades, dentro de uma rede de produção audiovisual universitária. Foi assim com o programa “Eu quero é Frevo”, em parceria com estudantes da Universidade Católica de Pernambuco, foi assim como o “Sou cultura Afro”, feita em parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em Ilhéus/BA, e agora no “Sou Xaxado”, com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)”, comenta o coordenador da UernTV, jornalista e professor Esdras Marchezan. Para o Diretor de Relacionamento com Universidades parceiras do Canal Futura, Acácio Jacinto, o intercâmbio promove riqueza e diversidade, imprimindo uma qualidade diferenciada das televisões universitárias e, sobretudo, na grade nacional de programação do Canal Futura. Além disso, amplia a representatividade gerando um engajamento do Futura, da UERN e da UEPB, não só nas cidades onde estas universidades estão inseridas, mas, também, em todo Nordeste. “Esse tem sido um dos papéis do Futura, e ficamos muito felizes em exibir um programa cultural, de qualidade, produzido por estudantes, professores e técnicos de duas universidades tão importantes no cenário Nordestino”, disse. O programa “Sou Xaxado” será exibido no próximo domingo, às 11h, no Canal Futura. Programa Sou Xaxado Equipe UernTV Coordenador: Esdras Marchezan Diretor geral do programa: Fabiano Morais Apresentação: Sara Cardoso Cinegrafista: Jefferson Lopes Estudantes envolvidos: Rafael Irineu (Produção) e Samir Magoya (designer) UEPB Produção: Professora Socorro Palitó Produção e edição de imagens: Renato Hennys Estudantes envolvidas: Adriana Araújo Souza e Mayara Tatiane da Silva Bezerra Canal Futura Diretor Geral: João Alegria Diretor de Mobilização Comunitária: Acácio Jacinto Fundação Cabras de Lampião
Quase 100 pessoas estiveram reunidas, pela primeira vez, em Mossoró, para discutir a filosofia e o uso de Software Livre. O 1º Encontro Potilivre do Oeste aconteceu nos dias 02 e 03 de março, na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), e contou ainda com a colaboração do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRN) e da Comunidade Potiguar de Software Livre (Potilivre).   Segundo o Prof. Dr. Sebastião Emidio Alves Filho, coordenador do evento pela UERN, o objetivo foi não apenas ministrar um conteúdo técnico para os participantes mas também ajudar a organizar uma comunidade mais ativa de usuários na região. “A formação de grupos de usuários que colaboram entre si em comunidades é essencial para a troca de conhecimentos e experiências. Eventos como esse favorecem o desenvolvimento da área de Tecnologia de informação no nosso estado”.   As palestras e minicursos foram ministrados por membros do grupo Potilivre e por profissionais da região Oeste Potiguar. Foram abordados temas como o sistema operacional GNU/Linux, linguagens de programação, servidores web, sistemas de gerenciamento de conteúdo de páginas web, ferramentas para gerenciamento de projetos, entre outros. José Roberto da Costa Ferreira, um dos coordenadores do grupo Potilivre na cidade de Natal e também organizador do evento, destacou a importância da participação dos palestrantes locais. “Este foi apenas um pontapé inicial. Gostaríamos de criar células do grupo Potilivre em outras cidades para que eventos semelhantes possam ser organizados localmente com a nossa colaboração”, afirma José Roberto. O evento atraiu pessoas de diferentes cidades. Algumas caravanas foram organizadas por instituições de ensino de Apodi, Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros. O prof. Dr. Paulo Henrique Lopes Silva, coordenador do evento pela UFERSA considerou considerou surpreendente a quantidade de participantes. “Foi acima das nossas melhores expectativas. O mais gratificante foi o feedback de todos, enaltecendo a qualidade dos conteúdos e palestrantes do Encontro”, explicou o professor. Sobre Software e o Potilivre Segundo o site do Projeto GNU (www.gnu.org) por “software livre” devemos entender aquele software que respeita a liberdade e senso de comunidade dos usuários. Grosso modo, isso significa que os usuários possuem a liberdade de executar, copiar, distribuir, estudar, mudar e melhorar o software. Assim sendo, “software livre” é uma questão de liberdade, não de preço. O PotiLivre é a Comunidade Potiguar de Software Livre, fundada em 2013. É uma organização independente, composta por voluntários, para o apoio à filosofia e o uso do Software Livre. Sua missão é servir como principal ponto de integração entre as comunidades de Software Livre do Estado do Rio Grande do Norte, oferecendo uma estrutura simples e eficiente para o direcionamento e a organização dos esforços colaborativos.
Estão abertas as inscrições para o curso de especialização em Mídias na Educação, do Departamento de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). O Mídias na Educação é um programa de educação a distância que estuda os usos pedagógico das diferentes tecnologias da informação e da comunicação como ferramentas na sala de aula. O curso é gratuito e voltado para professores da rede pública de ensino municipal ou estadual do Estado do Rio Grande do Norte, portadores de diploma de graduação reconhecido pelo MEC. Estão sendo ofertadas 240 vagas, sendo 5% destinadas a portadores de necessidades especiais. Serão quatro polos de apoio presencial: Caicó, Grossos, Parnamirim e Pau dos Ferros, sendo 60 vagas em cada polo. Segundo o diretor de educação a distância da UERN, Giann Mendes Ribeiro, os estudantes necessitarão se deslocar minimamente até estas cidades, no máximo quatro encontros. As inscrições podem ser feitas até as 23h59 do dia 19 de janeiro pelo link dead.uern.br/selecoes
Uma ferramenta que apresenta a importância de se comunicar bem, de forma clara e objetiva, estabelecendo o canal de diálogo entre a Instituição, a mídia e o público. Esse é o foco do e-book “Manual de Media Training”, desenvolvido por 11 estudantes do 6º período das três habilitações de Comunicação Social – Jornalismo, Radialismo e Publicidade e Propaganda – Campus Central, UERN. O e-book, lançado nesta quinta-feira (26), é fruto da disciplina optativa “Media Training”, ministrada pela professora Izaíra Thalita. A produção contou com apoio do Departamento de Comunicação Social (DECOM/UERN) e da Agecom/UERN, por meio de ilustrações e diagramação de Isadora Paiva e direção de arte de Pablo Allende. “A necessidade de se comunicar bem não está restrita aos profissionais da Comunicação. Cada vez mais as instituições públicas e privadas necessitam abrir o canal de diálogo com o público para dar visibilidade às ações empreendidas, com vistas a cuidar da sua imagem e reputação. Sabemos que a tarefa de se comunicar bem não tem sido fácil, dada as mudanças constantes nas formas de comunicação e que ganham mais rapidez e ferramentas com a internet”, afirma na apresentação a professora Izaíra Thalita. Os estudantes apresentaram todos os tópicos. O conteúdo explica de forma didática o que é media training, como se comportar em entrevistas e o relacionamento com a mídia, entre outros temas. Clique na imagem abaixo e acesse o e-book: O conteúdo foi produzido pelos estudantes: Antônio Marcos dos Santos – Radialismo Bruno Luiz de Oliveira Neto – Publicidade Edson Guilherme Gadelha Silva – Radialismo Felipe Henrique Ferreira de Medeiros – Radialismo Fernando Nícolas de Araújo Melo – Jornalismo Larissa Emanuelle Pereira do Vale Maciel – Jornalismo Luiza Fernandes Medeiros – Jornalismo Marcos Antonio Leonel da Silva Junior – Jornalismo Mikaelly Évelin Martins de Souza – Publicidade Pedro Victor do Vale Carlos – Jornalismo Yuri Gustavo Assis Nogueira – Radialismo
Os estudantes do 6º período de Comunicação Social da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) vão lançar nesta quinta-feira, 26, às 9h, no mini auditório do Departamento de Comunicação (DECOM), um manual de Media Training. A produção do impresso se inspirou através das aulas da disciplina de Media Training, ministrada pela professora Izaira Thalita, e tem como objetivo principal sugerir a sua aplicação pela Agência de Comunicação da Uern (AGECOM). O material apresenta dicas e informações de preparação da fonte para entrevista aos veículos de comunicação, ter bom relacionamento com a mídia e facilitar a própria comunicação interna da comunidade acadêmica. “A ideia era fazer algo que pudesse servir a instituição e acredito que esse manual será bem aproveitado por sua importância”, disse Luiza Fernandes, estudante do curso. No lançamento, os alunos irão explicar de forma detalhada, utilizando recursos visuais, os vários pontos do Media Training em favor da instituição no que concerne a comunicação interna e externa da entidade. “Os profissionais dos diversos setores da Uern, que precisarem se relacionar de alguma forma com a mídia, podem obter a devida orientação através das informações e dicas disponíveis no conteúdo do manual, que estará disponível para Agecom a partir da sua data de lançamento”, lembrou Luiza. Qualquer pessoa, seja professor, funcionário ou aluno, poderá acompanhar o lançamento do Manual, que acontece nesta quinta-feira, no mini auditório do Decom.
A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) lança nesta sexta-feira (01) o XII Festival de Teatro da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Festuern). O lançamento será às 16h, na reitoria da UERN. O XII Festuern acontece de 11 a 13 de setembro, no Teatro Municipal Dix-huit Rosado, em Mossoró. Neste ano, 19 escolas públicas e três grupos universitários participarão do Festival com apresentações artístico-culturais. São 11 escolas municipais e oito estaduais, oriundas de dez cidades potiguares, e três grupos universitários da UERN, um do Campus Avançado de Patu, outro do Núcleo de Macau e o terceiro do Campus Central. O tema desta edição é o Teatro do Bem Viver: arte, educação e saúde. “O objetivo é fazer com que toda a sociedade compreenda com a vivência de valores como a ética, a não violência, o amor, o senso de justiça, a verdade, a compaixão, os cuidados com o ambiente em que vivemos, com nós mesmos e com os outros seres vivos que habitam o planeta, com a nossa saúde, valores esses que precisam ser estimulados e fomentados na sociedade contemporânea”, explica o pró-reitor de extensão, Prof. Etevaldo Almeida. Nesta edição, o homenageado é o ex-reitor Milton Marques de Medeiros. De acordo com o reitor da UERN, prof. Pedro Fernandes, é uma justa homenagem a quem tanto se dedicou à arte, à saúde e à educação do Estado. “Neste ano, ao considerar o tema do Festuern, foi escolhido o nome de Dr. Milton Marques, um cidadão que contribuiu de forma significativa com a consolidação de ações vinculadas à arte, à saúde e à educação do nosso estado. Embora fisicamente ele não esteja mais entre nós, sua presença continua a nos guiar, através de seu legado e seu exemplo”. Por Luziária Machado
O reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Pedro Fernandes Ribeiro Neto, participou nesta terça-feira (29) de reunião da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM) com o ministro da ciência e tecnologia, Gilberto Kassab, que discutiu as concessões de rádio e TV educativa. Na oportunidade, o ministro propôs uma reunião de trabalho com técnicos do Ministério da Ciência e Tecnologia para analisar individualmente os processos das instituições de ensino superior que aguardam a liberação das concessões das emissoras. O reitor Pedro Fernandes cobrou celeridade na liberação da FM Universitária da UERN, que já cumpriu todos os trâmites. O ministro Kassab afirmou que há um esforço do ministério para liberar processos que estavam parados e que até janeiro de 2018 as outorgas estarão homologadas. Só a UERN e mais quatro universidades enviaram dados de processos: UEFS, UESC, URCA e UNICENTRO. O reitor Pedro Fernandes destacou a importância da reunião para que a UERN finalmente tenha a concessão de sua emissora de rádio. “A gente vem lutando por isso desde o início da gestão e agora estamos muito próximos de realizar esse sonho de todos que fazem o curso de comunicação social”, acrescentou. A reunião com os técnicos do ministério, da qual o reitor também participará, está marcada para esta quarta-feira, no Ministério da Ciência e Tecnologia. Por Bruno Barreto
Estudantes do curso de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) conquistaram cinco troféus no Expocom, mostra competitiva que acontece durante o Intercom Nordeste, congresso de Comunicação que reúne estudantes e professores de universidades nordestinas. O resultado do prêmio foi anunciado no encerramento do evento, na noite do último sábado, em Fortaleza/CE. Neste ano, a Uern foi a universidade potiguar com o maior número de trabalhos finalistas na competição (16). Os universitários tiveram seus trabalhos considerados os melhores do Nordeste nas categorias: Filme de Ficção, Roteiro de ficção, Comunicação e Inovação, Roteiro de Games e Jornal Mural. Com o resultado, eles representarão a Uern na edição nacional do congresso, que acontecerá em Curitiba/PR, em setembro. Este foi o melhor desempenho da universidade, em todas as edições do evento. No ano passado, os alunos do curso de Comunicação Social conquistaram três troféus na etapa Nordeste do Expocom. “Para muita gente pode parecer apenas um troféu acadêmico, mas para os estudantes envolvidos é o principal reconhecimento do seu trabalho. O Intercom é o principal congresso de Comunicação do país, e ter seu trabalho escolhido como o melhor do Nordeste traz autoestima e mostra também a qualidade do trabalho que fazemos aqui no curso de Comunicação, entre estudantes, professores e servidores”, explica o professor Esdras Marchezan, chefe do Departamento de Comunicação Social. Neste ano, trinta e seis alunos do curso participaram do congresso, com apresentação de artigos científicos e produtos originários de disciplinas. A Universidade disponibilizou o transporte para que eles pudessem participar do congresso. O Intercom Nordeste é o maior espaço de debates e troca de experiências sobre o campo da comunicação na região Nordeste. Confira os trabalhos vencedores: Categoria: Filme de Ficção Trabalho: Senor Estudantes: Murilo Santos, Victor Medeiros, Luckas Iohanatan Professor orientador: Ms. Giovanni Rodrigues Categoria: Roteiro de ficção Trabalho: Letargia Estudantes: Bruno Luiz Oliveira Professor orientador: Ms. Jô Fagner dos Santos Categoria: Jornal Mural Trabalho: Jornal Mobilize Estudantes: Fernando Nícolas, Pedro Vale, Hélio Filho, Marcos Leonel, Larissa Emanuelle, Leonora Sales, Luíza Fernandes Professor orientador: Ms. Moisés Albuquerque Categoria: Comunicação e Inovação Trabalho: Estudantes: Samir Magoya, Gleicy Louis, Pablo Petterson, Bruno Luiz Oliveira, Mikaelly Évellin Professora orientadora: Ms. Juliana Teixeira Categoria: Roteiro de games Trabalho: Traz o sangue Estudante: Pablo Peterson Professor orientador: Ms. Esdras Marchezan