Browsing Tag

tv tropical

Uma das maiores referências do telejornalismo do Rio Grande do Norte, Margot Ferreira, está na sua antiga casa a TV Tropical. Ela deixa a bancada do Jornal do Dia e a TV Ponta Negra para rechear a vida profissional com muitos programas, de rádio inclusive. A partir de segunda-feira, dia 15, das 9h30 às 11h30, na CBN Natal, com a Rede Tropical de Notícias, Margot estará ao lado de Franklin Machado e Cassiano Arruda Câmara. Estreará o programa "Amigos do Pelo" na TV Tropical, no próximo dia 20 e já anuncia também o retorno do Cores e Nomes onde ela entrevista grandes e fortes nomes da música popular brasileira e regional. Margot Ferreira, que foi da InterTV até 2015 e já comandou um jornal com uma hora de duração na Tropical FM, sai da apresentação do Jornal do Dia, da TV Ponta Negra (SBT), que ficará com a apresentação de Georgia Nery. Ela tá que tá! E diz em sua conta no Instagram que as mudanças são necessárias na vida e recomenda. Sucesso, Margot! Nem sei por onde começar. Só sei que desde que completei 45 anos minha vida não parou de mudar. É como se realmente um primeiro tempo tivesse terminado e o segundo tempo começasse para dizer a que veio. As mudanças na vida profissional e pessoal foram tão radicais que nem eu sei como ainda estou de pé. Mas o sangue cigano que corre nas minhas veias fez de mim uma pessoa que não tem medo de recomeços. Muito pelo contrário! Gosto do gosto do desconhecido e nele me abasteço de mais vida. A TV Ponta Negra foi minha casa e meu refúgio nos últimos 4 anos. Me resgatou de um momento ruim e me ensinou que recomeçar é possível, bom e pode surpreender. E foram muitas as comemorações vitoriosas no IBOPE. Foram muitas as risadas na sala do café depois das reuniões de pauta e muitos bolos e tapiocas no estúdio. Chorar de rir todos os dias com o Patrulha no ar era o nosso remédio mais doce para esquecer os problemas que muitas vezes a gente deixava em casa. Sem nenhuma demagogia, a TV Ponta Negra foi a minha segunda casa nesses últimos 4 anos. E os meus colegas, a minha segunda família. Sou só gratidão a Daniel Cabral, Angélica Hipólito e Rafael Cruz por todas as chances. Isso sem falar de toda a equipe do JD, tão aguerrida sob a batuta de Márcia Melo. Hoje me despedi de todos e parto agora rumo ao ponto inicial. À mesma casa que me acolheu em 1990 quando eu nem sabia direito quem eu era, quiçá a profissão que eu deveria seguir. A Tropical foi minha escola há 30 anos. E Hoje, 30 anos depois, estou de volta ao começo de tudo, com gosto de novidade e com o mesmo tesão da menina de 20 anos recém-chegada do RJ. Agora é partir para o abraço e agradecer ao ontem e ao hoje. Eles são parte de mim e eu sou parte deles. Recomeçar é bom e é preciso. Recomecem sempre. Recomendo!"