Browsing Tag

colesterol

Embora muitas pessoas acreditem que o colesterol é uma substância maléfica, ele é muito importante para a funcionalidade do nosso corpo. Mas para isso, seus níveis precisam estar controlados. Confira a seguir, 10 fatos sobre o colesterol que você precisa saber: 1 – VOCÊ PRECISA DO COLESTEROL! O colesterol é um tipo de gordura que faz parte da formação das células do cérebro, nervos, músculos, pele, fígado, intestinos e coração. Ele é essencial para o funcionamento destas células. Além de ser importante para a formação de hormônios de vitamina D e até ácidos biliares, que ajudam na digestão das gorduras da alimentação. 2 – O EXECESSO de colesterol ruim é que causa infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral) - O colesterol que circula no sangue está ligado a lipoproteínas chamadas HDL (colesterol bom) e LDL (colesterol ruim). É o excesso de LDL circulante que está associado às doenças cardíacas. Já o excesso de colesterol bom (HDL), é associado a um efeito protetor contra essas doenças. Por isso, ao medirmos o colesterol total no sangue, precisamos sempre saber o quanto se deve ao colesterol bom e quanto se deve ao ruim. Só o ruim precisa e deve ser tratado. 3 – O excesso de colesterol acontece devido a fatores genéticos e alimentares - Cerca de 70% do colesterol no sangue vem do fígado e apenas 30% vêm da alimentação. Após passar pela circulação sanguínea, o colesterol precisa ser removido novamente pelo fígado para formar bile. Os níveis de colesterol circulantes na corrente sanguínea irão depender principalmente da capacidade do fígado em elimina-los. E isso varia de indivíduo para indivíduo. 4 – Excesso de peso não significa ter colesterol alto - Pessoas magras também têm colesterol alto. Isso acontece devido os níveis de colesterol dependerem mais da taxa de remoção do colesterol pelo fígado, que é genética. Se você tem parentes (por exemplo: pai, mãe, irmãos) com colesterol alto, sua chance de ter colesterol alto é maior. 5 – O colesterol ruim forma placa de ateroma - O excesso de LDL (colesterol ruim) causa doenças vasculares porque se deposita, sem apresentar sintomas, na parede interna das artérias e gradualmente vai formando uma placa chamada ateroma. Estes ateromas vão obstruindo gradativamente as artérias e podem acabar causando infarto agudo do miocárdio e/ou AVC. 6 – É importante controlar os outros fatores de risco - Até uma placa de ateroma se formar e com isso provocar um infarto e/ou AVC leva muitos anos. O aumento dos níveis de colesterol no sangue, geralmente não costuma apresentar sintomas. Exceto os casos onde aparecem os chamados xantomas, que são sinais do acúmulo do colesterol na pele quando o colesterol atinge níveis muito altos. É muito importante então, manter também os outros fatores de risco tradicionais bem controlados. Além dos níveis de LDL, é preciso controlar a glicose, a pressão, parar de fumar e reduzir o peso, quando excessivo. 7 – É importante manter o estilo de vida saudável - O estilo de vida é muito importante na redução do risco de infarto e AVC. Evitar o sedentarismo, evitar comer alimentos com gordura saturada e evitar fumar são medidas importantes a serem seguidas. 8 – Para fazer uma dieta visando o controle do colesterol, evite sempre o excesso de gordura saturada - Prefira as carnes magras, aves sem pele e queijos magros. O tratamento de alterações no colesterol é preventivo e permanente. Tantos os cuidados com a alimentação e exercícios, com o uso de medicamentos deverão ser mantidos por tempo indeterminados. 9 – Todos acima de 10 anos devem dosar o colesterol - Adultos e crianças acima de 10 anos devem dosar o colesterol e suas frações pelo menos uma vez ao ano. Se elevados, deve-se consultar um endocrinologista para definir o risco cardiovascular individual e planejar um tratamento adequado. 10 – As taxas de colesterol total apontadas em exames são consideradas boas quando estão abaixo de 200, suspeitas quando entre 201 e 239 e elevadas quando acima de 240. Fique atento! FONTE: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – SMEM. Disponível em: https://www.endocrino.org.br/10-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-o-colesterol/ Acesso em 12 de junho de 2018 Marina Castro – Nutricionista – CRN 21432/P