Browsing Tag

Brazil Conference at Harvard & MIT

Imagine que o seu maior sonho é mudar a sua casa, a sua localidade, a sua cidade e, quase de repente, você tem a oportunidade de mudar o seu país. A história de Francisco Cavalcante de Sousa, aluno do segundo período da Faculdade de Direito da UERN, é mais ou menos assim, porém, mais impressionante. Ele é um dos embaixadores do Nordeste da Brazil Conference at Harvard & MIT e representará a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Oriundo do estado do Ceará, da cidade de Nova Jaguaribara, cidade que foi construída em outro local para que a antiga (que chamava-se apenas Jaguaribara) cedesse lugar ao Açude Castanhão, o maior reservatório de água doce do Ceará. O jovem estudante é o filho caçula de seis irmãos e o único a chegar a uma universidade. “Na minha família ninguém sequer terminou o Ensino Fundamental. Inclusive minha mãe é funcionária de uma escola, trabalha na limpeza. E eu lá em casa fui o único que decidi que queria mudar, não queria ser como os meus irmãos (que estão desempregados). Eu disse: ah! Eu posso mudar o meu país”, diz Francisco. As condições de vida e de estudo nunca foram favoráveis para esse jovem de 20 anos. Em condições de vulnerabilidade socioeconômica aguda, muita gente na família, morando no interior do Nordeste, a maioria dos vizinhos analfabetos, sem incentivo para estudar, o contexto era precário para o conhecimento e o desenvolvimento de uma criança e adolescente. “Era meio que hereditário, se meu irmão não estudava eu também não ia estudar. Nem ia pra escola. Só que aí comecei a frequentar um projeto de cultura, de arte, de música, chamado ‘Projeto ABC’, que ficava ao lado da minha casa e exigia frequência regular na escola. Eu não tinha. A partir desse projeto eu encontrei as feiras de ciências e com isso os meus projetos eram vistos, eu estava envolvido, tanto que todo ano fazia um projeto diferente. Fazia pensando na minha comunidade, para ver se sensibilizava as pessoas de lá, mas fui vendo que esses projetos podiam ter uma abrangência nacional, como foi o caso do meu projeto sobre o Programa Bolsa-Família. Mudei de cidade e fui fazer eletromecânica no IFCE. Eu não gostava de eletromecânica, porque gosto de escrever de me comunicar, mas lá no IFCE eu comecei a me envolver nos projetos de extensão, que tinha pessoas já com nível superior e isso foi muito favorável pra mim, tanto que ganhei uma bolsa e com ela fui mais além”, conta Francisco em meio a sorrisos. Produziu e defendeu um projeto sobre o Bolsa-Família onde coletou dados, pesquisou e analisou o rendimento e a frequência escolar de alunos beneficiados pelo programa e estabeleceu relação entre garantia de frequência e educação de qualidade. Os resultados obtidos diziam que a relação não existia. Francisco ainda analisou os dados cientificamente e comprovou que a garantia da frequência regular não garantia a transformação socioeducacional. “Com isso eu fiz uma nova lei do Programa Bolsa-Família e a submeti ao programa Parlamento Jovem Brasileiro da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). E lá a Câmara destacou a relevância da proposição que saiu da minha realidade. Daí eu vi que eu poderia do contexto de onde eu estava, do cenário nordestino, trazer uma contribuição para todo o meu país”. E de projeto em projeto, de oportunidade e observações seguidas, Francisco conheceu o Brazil Conference at Harvard & MIT que é realizada pela comunidade brasileira de estudantes em Boston (EUA) para promover o encontro com líderes e representantes da diversidade do Brasil. Ao se deparar com o anúncio de que a Brazil Conference at Harvard & MIT estava com inscrições abertas, Francisco decidiu pesquisar do se tratava. Foi aí que começou a estudar o edital do Programa de Embaixadores e viu qual o perfil de jovens eles queriam para representar sua região. Pesquisou sobre os jovens embaixadores das edições e viu que, assim como eles, teria uma mensagem para transmitir ao mundo. Francisco participou de um longo processo de seleção e foi avançando nas primeiras fases. Foi avançando e a conquista veio. Francisco é oficialmente, em 2019, um dos dez universitários brasileiros selecionados para assistir a Brazil Conference at Harvard & MIT, em Boston, para depois organizar seu próprio centro regional. Na sua apresentação à equipe da Reitoria, de professores e visitantes estrangeiros, Francisco foi elogiado por todos. A professora Socorro Diógenes, egressa da UERN e orientadora de Francisco em um de seus projetos, diz estar feliz e honrada pela conquista deste aluno que está apenas no início do curso de Direito. Já o professor Lauro Gurgel, diretor da Faculdade de Direito, agradeceu pelo empenho e disse que a Faculdade, assim como a Universidade, também fica honrada com essa conquista. Assessora da Reitoria, professora Cicília Maia, que também já participou do MIT, fala que devemos ter os olhos voltados também para os grandes projetos, para as novas ideias que os jovens estudantes trazem para a Uern e que Francisco já está fazendo a diferença no contexto atual da educação do Estado. O reitor Pedro Fernandes, muito emocionado, diz que uma Universidade que tem 50 anos e está na insistência da boa educação, na formação do bom cidadão e fincada no interior do Nordeste do Brasil deve seguir insistindo nas cotas sociais e no conhecimento para todos. “Vale a pena insistirmos nessas lutas”, reforçou Pedro Fernandes. O fato da conquista em si desse programa de abrangência internacional, já fica evidenciado que a trajetória de vida deste jovem pode incentivar outros a buscarem seus sonhos. Com dedicação e muita força podemos conquistar o que queremos. “Eu quero ser um símbolo de que o protagonismo juvenil pode transpor fronteiras e transformar o ambiente onde vivemos, mesmo morando no interior nordestino, onde a aplicação de políticas públicas muitas vezes fica em segundo plano”. Fotos: Wilson Moreno CURRÍCULO Francisco Cavalcante de Sousa é aluno de Direito da UERN, fez ensino técnico em Eletromecânica pelo IFCE, foi pesquisador do PIBIC/CNPq e bolsista no Tribunal de Justiça do Ceará. Dentre suas iniciativas, destacam-se um projeto escolar que resignificou o caráter educacional do Programa Bolsa Família em seu estado e a criação do site Jaguaribara em Foco, a primeira plataforma local de noticias que discute problemáticas de seu município. Atualmente ele desenvolve projetos sobre políticas públicas, objetivando promover o protagonismo juvenil e a transformação socioeducacional em sua região.