Browsing Tag

arrumação de geladeira

Um estudo feito pela Universidade Drexel, nos Estados Unidos, revelou quais são os quatro cantinhos da sua cozinha onde as bactérias mais se acumulam: geladeira, esponja de lavar louça, pia e tábua de cortar alimentos. Porém, com alguns cuidados é possível manter tudo bem limpinho e longe desses microrganismos. Quem ensina a cuidar desse ambiente da casa é o biomédico e microbiologista Roberto Figueiredo, o famoso Dr. Bactéria. 1. Geladeira Os pesquisadores descobriram que as carnes são as principais vilãs dessa história. Elas contaminam tanto o eletrodoméstico, quanto os outros alimentos da geladeira. Por isso, é importante manter uma rotina de limpeza da geladeira, como orienta Figueiredo: Pelo menos uma vez ao mês, desligue a geladeira e retire todos os alimentos para limpar Prepare uma solução de 1 litro de água com 10 gotas de detergente e passe com um pano por toda a geladeira Prepare também uma solução de 1 copo de vinagre branco com 1 copo de água e passe com um pano por toda a geladeira. Depois, passe um outro pano umedecido com água Prepare uma solução de meio copo de água com 100g de bicarbonato de sódio e aplique com um pano na parte interna da geladeira Para finalizar, coloque na primeira prateleira, no fundo à direita, um recipiente aberto com bicarbonato de sódio em pó e pronto, é só colocar os alimentos de volta e religar a geladeira. 2. Esponja De acordo com o estudo, 64% das esponjas são contaminadas por algum tipo de bactéria. Os pesquisadores alertam que o problema maior disso está em utilizar a esponja para limpar outros itens da cozinha, como o fogão ou a pia, por exemplo. Isso permite que as bactérias se espalhem por outros cantinhos da cozinha. Para evitar que isso aconteça, o Dr. Bactéria ressalta que essas esponjas devem ser usadas por, no máximo, uma semana. Abaixo, veja formas de deixá-las livres das bactérias: Coloque a esponja em uma panela com água e uma colher de vinagre branco. Acenda o fogo e conte de 3 a 5 minutos após iniciar a ebulição. Pronto, esponja livre de bactérias Lave a esponja e deixe-a úmida. Depois, envolva em papel toalha, coloque em um pires dentro do micro-ondas, ligue na potência máxima por 5 minutos. Depois, aguarde mais um ou dois minutos para retirar Deixe a esponja em uma solução de 1 litro de água com 2 colheres de sopa de água sanitária por 10 minutos. 3. Pia Durante a pesquisa, foi encontrada a bactéria E. coli (Escherichia coli) em 44% das pias, um microrganismo responsável por causar problemas gastrointestinais e intoxicações. ?Isso acontece, pois os utensílios estão em contato com a água o tempo todo e os locais com umidade são os preferidos das bactérias?, explica o Dr. Bactéria. A umidade é responsável por estimular a proliferação de germes e bactérias, mas os resíduos dos alimentos é que acabam ?alimentando? esta proliferação. Louça suja, tábuas e colheres de madeira, cantos de pia, são exemplos clássicos de locais que acumulam restos de alimentos e geram contaminação cruzada. "A contaminação se dá devido ao acúmulo de água parada que cria os chamados BIO-FILMES. Para evitar esse problema, puxe a água com um rodo de pia e evite passar panos que deixe água na pia", ressalta ele. 4. Tábua de cortar Já 23% das tábuas de cortar, de acordo com a pesquisa, estavam sujas e 76% delas apresentavam vincos ou rachaduras que acabavam acumulando ainda mais sujeira. "Evite usar tábuas de madeira, pois elas sugam muito a água e ficam muito úmidas, demorando para secar e aumentando as chances de proliferação de bactérias", conta o especialista. Veja outras dicas dele para usar as tábuas sem erro: Utilize tábuas de plástico e divididas por cores, como por exemplo: vermelha para carnes, verde para hortaliças e frutas, branco para alimentos prontos, etc Após cada uso, lave com água e detergente e esponja macia. Enxaguar bem e borrifar ou mergulhar em vinagre branco puro, ou em solução de água sanitária (duas colheres por litro de água). Deixe escorrer e secar. Troque a tábua sempre que estiver muito riscada ou manchada. Obs. Passar um limão na placa de corte ajuda a retirar as manchas Para tábuas de vidro, lave com água, detergente e esponja macia. Para desinfetar, use os mesmos métodos descritos acima. Pode ser usado também água fervente. Troque quando estiver quebrada ou lascada.
Por mais que pareça, saber organizar a geladeira não é uma medida supérflua, pois estamos falando dos alimentos que nós e nossas famílias vão ingerir e consequentemente, estamos falando da nossa saúde. Não saber é mais comum do que se imagina, são poucas as pessoas que realmente sabem os locais corretos de cada alimento. Se você é uma delas, está na hora de aprender e assim, economizar e garantir a saúde, mantendo os alimentos aptos para o consumo por mais tempo. * As carnes cruas devem sempre ficar no congelador, mas para descongelá-las deve-se colocá-las sempre na prateleira mais fria da geladeira e com um pote embaixo para que o gotejamento de sangue e água não caia na geladeira nem em outros alimentos. NUNCA lave a carne antes de guardá-la!!! Carne escura não é sinal de contaminação, a carne da geladeira fica escura por falta de oxigênio. * Os ovos devem ser colocados na primeira prateleira, não na porta, assim evitam a variação térmica. Ao contrário da carne, esses devem ser lavados antes de armazenados e retirados das caixas originais, pois podem trazer microrganismos. Mas ATENÇÃO!! Cuidado ao manusear, pequenas rachaduras também podem facilitar a contaminação. * Iogurtes, creme de leite, manteiga e queijos também precisam, assim como o leite, estar bem resfriados. Esses também devem ser colocados nas primeiras prateleiras, junto com os ovos e as sobras das refeições, essas, devem ser armazenadas em recipientes fechados apenas após esfriarem. * Os embutidos, são alimentos que podem ficar nas prateleiras menos frias da geladeira. Esses têm altos níveis de substâncias conservantes, sua deterioração é mais difícil, dessa forma, não precisam de um resfriamento tão intenso. Latas podem sofrer contaminação nos supermercados e oxidar – por isso, coloque os enlatados em potes. * A gaveta grande da geladeira serve para manter os legumes e verduras frescos. Procure manter esses alimentos em saquinhos, pois isso aumenta a sua durabilidade e ainda mantém a gaveta limpa. Deixe para higienizá-los apenas na hora do consumo, assim, evita a contaminação por excesso de água. * Frutas também devem ficar na gaveta de vegetais e envoltas em sacos plásticos, exceto as frutas cítricas que podem ficar livres. No caso destas, não lavar ao colocar na geladeira, apenas na hora do consumo. * Vinagre, ketchup, maionese, temperos para salada, azeitonas e conservas de picles ou palmito, podem ficar na porta da geladeira. Bebidas como sucos, refrigerantes e água também, mas os sucos naturais, devem ficar em prateleiras mais frias e serem consumidos o quanto antes, pois não têm conservantes e além de perderem suas propriedades vitamínicas ao longo do tempo, são mais suscetíveis ao desenvolvimento de bactérias. Cuidado para não sobrecarregar a geladeira, pois o ar precisa circular. Por esse motivo, evite colocar toalhinhas e outros tipos de obstruções nas prateleiras. Nutrição também é organização! Foto destaque: Notícias ao Minuto Foto 2: Cenário MT Marina Castro – Nutricionista – CRN 21432/P