Browsing Tag

alimentação x ansiedade

A ansiedade aflige cada vez mais a população mundial. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 9,3% dos brasileiros apresentam os sintomas da patologia. Provocando uma bagunça nas emoções e refletindo diretamente na saúde dos indivíduos. Em excesso, a mesma desencadeia uma sensação de mal-estar frequente, angústia ao que está por vir. Além de sintomas físicos, como dores pelo corpo, dificuldade para se alimentar ou até mesmo ataques de gula, sendo os sintomas características muito particulares de cada indivíduo. A ansiedade possui tratamento para controlar os sintomas, mas a alimentação também pode auxiliar nesse processo de forma natural. A seguir, 7 dos principais alimentos responsáveis por esse feito: 1 – Peru, frango e peixes gordurosos. Gema de ovo, abacaxi, banana, abacate, ameixa seca e algumas algas marinhas, como a espirulina: Esses alimentos são ricos em triptofano, aminoácido que tem como característica, contribuir para a maior liberação da serotonina, hormônio que ajuda a equilibrar o estado mental. 2 – Invista em frutas no geral: Maçã, uva, morango, laranja e outras frutas cítricas. Essas, combatem o mau humor, auxiliam no bom funcionamento do sistema nervoso, relaxam os músculos e combatem a fadiga e o estresse. 3 – Alface: Fonte de folato e lactucina — compostos de ação calmante, que auxiliam na prevenção da depressão e quadros de confusão mental. 4 – Espinafre e outros vegetais escuros: Contribuem para a sensação de felicidade. Além de serem ricos em ferro, contém grandes quantidades de ácido fólico, responsável por melhorar a saúde do sangue e do sistema imunológico. Aposte também em outros vegetais escuros, como couve, agrião e brócolis. 5 – Oleaginosas: Castanhas, amêndoas, nozes e avelãs, são ricas em ácidos graxos e nutrientes com ação antioxidante, propriedade auxiliar nos transtornos depressivos. Prefira as versões in natura. 6 – Chá de Camomila, Erva-Cidreira e Valeriana: Ambos possuem efeito calmante. Além de controlar os níveis de estresse e ansiedade, eles também podem ser usados para combater a insônia, nervosismo e depressão. A ingestão diária do chá de algumas dessas ervas não deve ultrapassar três xícaras diárias. Porém, é necessário tomar alguns cuidados quando a incorporá-los no dia a dia. 7 – Chocolate amargo: O alimento contém flavonoides, antioxidantes participativos na produção de serotonina. Mas fique atento: indica-se o consumo de no máximo 30 gramas por dia. Uma alimentação balanceada pode ser mais poderosa do que imaginamos. Investir em bons alimentos é investir no seu futuro e na sua saúde. Marina Castro – Nutricionista – CRN 21432/P