Sessão EducAção: O QUE É EDUCAÇÃO?  

por Cícero Gadelha - pedagogo

Todos os seres vivos existentes no mundo passam por um processo educativo. Isso ocorre com os animais, com as aves e demais seres.  Estamos sempre vivendo e aprendendo como afirma (BRANDÃO, 2007, p. 07). “ninguém escapa da educação”.  As pessoas, na sociedade, passam por diversas experiências de aprendizagem, nos diversos setores: em casa, no trabalho, na igreja, na escola e no clube.  Vivenciam e passam por experiências para aprender, para ensinar, para aprender-e-ensinar, para saber, para fazer, para conviver, ou para aparecer. As crianças, por exemplo, sentem necessidade de aprender e esta aprendizagem se inicia desde os primeiros anos de vida. Começa com as adaptações ambientais, e mais tarde passa para os aprimoramentos no relacionamento com os seres ao seu redor.  Mas o objetivo disso tudo é socializar o indivíduo na sociedade por meio do ensino de hábitos, costumes e valores convencionados de forma consensual pela coletividade.
Sabemos que a educação ajuda a coletividade a pensar em que tipo de homem é ideal para a sociedade. Mais que pensar o tipo de homem, a educação ajuda a construir, pois é a partir do pensamento, dos conhecimentos que são repassados e que dão legitimidade, que as pessoas vão se moldando.  Mesmo sem a estrutura escolar as coisas sempre passavam de geração pra geração, isso prova que a educação sempre existiu e que a estrutura escolar existe pra organizar o saber social para que, de forma mais organizada, as pessoas possam aprender tudo o que é necessário para viver melhor neste mundo.  

AONDE A EDUCAÇÃO PODE SER UTILIZADA?

A educação também pode ser utilizada como meio de dominação social, como meio de ascensão em detrimento de outras pessoas na comunidade. Segundo (BRANDÃO, 2007, p. 07):
“A educação pode existir livre e, entre todos, pode ser uma das maneiras que as pessoas criam para tornar comum, como saber, como ideia, como crença, aquilo que é comunitário como bem, como trabalho ou como vida. Ela pode existir imposta por um sistema centralizado de poder, que usa o saber e o controle sobre o saber como armas que reforçam a desigualdade entre os homens, na divisão dos bens, do trabalho, dos direitos e dos símbolos”.

SIGNIFICADO DA PALAVRA EDUCAÇÃO

Considerando a etimologia da palavra o termo educação vem do latim educare, por sua vez ligado a educere, verbo composto do prefixo ex (fora) + ducere (conduzir, levar), e significa literalmente ‘conduzir para fora’, ou seja, preparar o indivíduo para o mundo. É interessante observar que o termo ‘educação’ em português possui uma conotação não encontrada na palavra education do inglês. Enquanto que em português a palavra pode ser associada ao sentido de boas maneiras, principalmente no adjetivo ‘educado’, em inglês educated refere-se unicamente ao grau de instrução formal. 
(BRANDÃO, 2007, p. 25) compara a melhor imagem que se faz da educação com a imagem do oleiro que toma barro e faz o pote. Às vezes a argila resiste às mãos do oleiro, mas se deixa conduzir por elas e se transforma na obra feita. Segundo o autor, quando o educador pensa a educação ele acredita que, entre homens, ela é o que dá a forma e o fino acabamento. A educação pode acontecer por todos os lados, visto que em todos os lados pode haver redes de relacionamentos e dentro desses relacionamentos há o repasse do saber para as gerações posteriores, o que faz com que os saberes se perpetuem nas comunidades. Hoje, de certo modo, esse repasse acontece com maior facilidade e fluência na sociedade, visto que há uma infinidade de ferramentas que servem como canal para a disseminação da idéias e de todo o tipo de conhecimento existente. O que vai dar o fino de tudo é a educação, a educação é que vai indicar a qualidade do repasse dessas informações dentro dos novos sistemas.
Conjunto de normas pedagógicas tendentes ao desenvolvimento geral do corpo e do espírito é a compreensão institucional da educação.  Aquilo que é estrutura fixa como a escolar por exemplo.  Mas como já enfatizamos a educação não se dá somente nos espaços e nos bancos escolares.  O homem que transforma, com o trabalho e a consciência, partes da natureza em invenções de sua cultura, aprendeu com o tempo a transformar partes das trocas feitas no interior desta cultura em situações sociais de aprender-ensinar-e-aprender em educação. Segundo (BRANDÃO, 2007, PP. 14-15)
“A natureza do homem, na sua dupla estrutura corpórea e espiritual, cria condições especiais para a manutenção e transmissão da sua forma particular exige organizações físicas e espirituais, ao conjunto das quais damos o nome de educação. Na educação, como o homem a pratica, atua a mesma força vital, criadora e plástica, que espontaneamente impele todas as espécies vivas à conservação e à propagação de seu tipo. E nela, porém, que essa força atinge o seu mais alto grau de intensidade, através do esforço consciente do conhecimento e da vontade, dirigida para a consecução de um fim.”

É IMPORTANTE LEMBRAR!

Na espécie humana a educação não continua apenas o trabalho da vida. Ela se instala dentro de um sistema natural de trocas, de modo que as pessoas vão se relacionando e as informações, os dados, as formações culturais vão se transmitindo moldando, dando caráter de existência, de identidade ao conjunto de idéias que são criadas e formatadas ao longo do tempo por um grupo social. 
Podemos observar que ao longo dos tempos, em todas as culturas, a educação sempre teve o seu valor. Na educação romana, por exemplo, o modelo interessante a ser seguido era o ancestral da família, depois o da comunidade.  Mas isso logo muda, vêm as conquistas, a abertura pra novas culturas, e as mudanças é inevitável. Mas a educação sempre presente, tudo o que ocorre na vida tem a intermediação da educação, que em si é um processo educativo.
Considerando a atualidade, as dificuldades encontradas, as complexidades, a tecnologia, o desenvolvimento dos meios de comunicação a educação se torna imprescindível para o desenvolvimento humano como sempre foi.  A educação é que liberta o homem das opressões. A educação é que prepara a gente para os enfrentamentos de toda e qualquer natureza. A educação é um processo social, é um desenvolvimento.  Não é simplesmente a preparação para a vida.  Pela sua importância podemos dizer que a educação é a própria vida.

FONTE: https://www.webartigos.com/artigos/educacao-educacao-para-que-serve-quais-os-tipos-de-educacao-e-qual-a-sua-importancia/123241

Cícero Gadelha – Formado em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará e Pós-Graduado em Docência do Ensino Superior e Educação de Jovens e Adultos 

Mais Posts