Dica de tratamento corporal

Comer alimentos gordurosos com frequência pode trazer um grande perigo para a saúde. Além do risco de doenças cardiovasculares, o excesso pode causar problemas nas artérias, no cérebro e provocar doenças como diabetes e obesidade. Apesar disso a gordura pode fazer bem para o corpo se consumida dentro do recomendado.

Pesquisas mostram que o consumo excessivo da gordura saturada de origem animal provoca uma inflamação no hipotálamo, a região do cérebro que controla a fome e a saciedade. Isso destrói os neurônios e a pessoa não se sente mais saciada e come mais.

Além disso, esse excesso provoca também um “estresse” metabólico das células, que ficam desorganizadas. Por isso, a gordura deixa de ser depositada apenas nas células adiposas e começa a se instalar também em alguns órgãos, como o fígado e o pâncreas.

Outro problema do consumo de alimentos gordurosos é a digestão, que é mais lenta, ou seja, a gordura demora mais para ser eliminada do estômago. De acordo com dados do Ministério da Saúde, desde os anos 70, o brasileiro vem mudando sua alimentação com dietas que não atendem às necessidades nutricionais do organismo.

O consumo de refrigerante, refeições prontas, misturas industrializadas cresceu, assim como o de alimentos embutidos, como a salsicha, frios e linguiças – aumentou em 300%.

O que podemos fazer?

A velha e boa fórmula: Alimentação adequada no dia a dia é, como todos nós sabemos, importantíssima. Saladas, frutas e alimentos sem gorduras devem ser incluídos de forma regular. Atividades físicas também são primordiais para uma maior longevidade com qualidade.

Os maus hábitos (fumos, alimentos gordurosos e noites mal dormidas) e o sedentarismo devem ser evitados. Abaixar e controlar as taxas de colesterol e triglicérides no sangue devem ser mantidas inferiores a 200mg/dl. Uma dieta balanceada é o ideal para conseguir adequar os níveis. Caso esteja fora do normal, uma médico e um nutricionista devem ser procurados o mais rápido possível.

Na área de drenagens, massagens e outras opções de tratamentos corporais colaboram para a diminuição do excesso de gordura corporal, é o que afirma a fisioterapeuta e esteticista Heloísa Mota.

“As indústrias tecnológicas se entregaram a um grande desafio para ajudar a minimizar ou eliminar essa realidade, que para alguns é vista como um grande problema. Foram criadas várias técnicas e tecnologias, combinadas entre si ou não. Entre elas destacam-se o uso dos métodos não invasivos como drenagem linfática, radiofrequência, ultrassom focalizado de alta intensidade, dentre outros. Cada técnica atua de uma forma diferente nas células de gordura. O indicado é fazer avaliação de cada pessoa, individualmente e assim preparar o plano de tratamento personalizado”.

Abaixo, alguns benefícios quando eliminamos excesso de gordura do organismo.

Ter um tempo para você é essencial. Agende este momento na Clínica Heloísa Mota: rua Professor Manoel João, bairro Doze Anos. Telefone: 84 3314 2980.

Nada melhor que uma massagem aqui nos melhores cuidados. Bem-estar @clinicaheloisamota ☎ agende. 3314.2980

Publicado por Clínica Heloisa Mota em Terça, 28 de março de 2017

Mais Posts