Browsing Category

Destaque

Às vezes me pergunto que rumo minha vida tomou. Se remei contra a maré ou se meu barco afundou. Às vezes sigo a caminhada com dor no peito, com uma saudade danada de coisas e pessoas que não tem jeito. Não consigo encontrar respostas para muitas perguntas. Mas sigo caminhando a procura de sentir um amor profundo. O amor próprio que o destino me tirou. Para curar as tristezas que o tempo me deixou. Tristeza essa que me abate o coração. Porém meu sorriso é cheio de amor e gratidão. Sou grata ao meu Deus pela vida que me deu. Sigo confiante acreditando que um dia o que desejei será meu. Os anos estão passando, não vivi quase nada que sonhei. Mas aprendi que na vida nem todo mundo nasce pra ser rainha ou rei. Quero levar comigo os amores e amigos que conquistei. Seguindo em frente juntando as pedras para escalar os muros que na vida levantei. Foto: Pacífico Medeiros Solange Santos - Comunicóloga graduada pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN – Poetisa nas horas da vida
Estudantes do curso de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) conquistaram quatro troféus na Exposição de Pesquisa Experimental de Comunicação (Expocom), mostra competitiva que ocorre durante o Intercom Nordeste. O anúncio do prêmio ocorreu na noite do último sábado, 7, no encerramento do evento, na cidade de Juazeiro (BA). Os discentes tiveram seus trabalhos considerados os melhores do Nordeste nas categorias: Roteiro de Ficção, Design Gráfico, Jornal Mural e Projeto de Assessoria de Imprensa. Este é o terceiro ano consecutivo que os alunos do curso de Comunicação Social se destacam na competição e voltam para a Universidade com troféus. O chefe do Departamento de Comunicação Social (DECOM), Ricardo Silveira, avalia positivamente as premiações alcançadas pelos estudantes de Comunicação no INTERCOM Nordeste 2018. “Agora, os trabalhos escolhidos vão concorrer no congresso nacional do INTERCOM. O DECOM/UERN por seguidos anos tem participado e alcançado premiações nesse evento, tanto na etapa regional quanto na nacional. Isso demonstra a boa qualidade do curso de Comunicação Social da UERN, nos orgulha muito e nos dá forças para enfrentar os desafios que sempre se colocam diante de nós”, declara. O estudante Fernando Nícolas, que conquistou prêmio em duas categorias, enfatiza a satisfação diante do resultado. “Trazer esses dois prêmios para a UERN reflete a nossa gratidão pela Universidade e pelos ensinamentos que colocamos em prática na sala de aula. Esse é o nosso terceiro prêmio na etapa Nordeste, e na etapa nacional somos campeões como melhor jornal mural do Brasil. Vale salientar que os dois projetos vencedores da Expocom deste ano avançam para a edição nacional e a nossa determinação é trazer os dois do nacional para casa. Eu e minha equipe estamos felizes de ver o quão a nossa Universidade é importante para esses resultados, elogiados, inclusive pela própria organização do evento”. Na edição deste ano, a UERN concorreu com 12 trabalhos da Expocom e um trabalho do Intercom Júnior. Da programação como um todo, foram 27 alunos participantes, além de professores do curso de Comunicação Social. O Intercom reúne estudantes, pesquisadores e professores de Comunicação de universidades de todo o Nordeste. O evento é o maior espaço de debates e troca de experiências sobre o campo da comunicação na região. Confira os trabalhos vencedores: Categorias: Projeto de Assessoria de Imprensa e Jornal Mural. Estudantes: Marcos Leonel Hélio Cunha Larissa Maciel Fernando Nícolas Leonora Sales Pedro Vale Luiza Medeiros Orientação: Professores: Ricardo Silveira e Joseylson Fagner Categoria: Design Gráfico Estudantes: Samir Magoya Vinícius Nogueira Bruno Luiz Oliveira Orientação: Professora Juliana Teixeira Categoria: Roteiro de Ficção Estudantes: Pablo Praxedes Gleyce Louis Orientação: Professora Ana Lúcia Gomes
Estudantes e professores do Departamento de Comunicação Social (DECOM), da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), participarão do XX Congresso de Ciências da Comunicação do Nordeste (Intercom Nordeste). O evento será realizado de 5 a 7 de julho, em Juazeiro, na Bahia. Mais uma vez os estudantes da UERN estão concorrendo com trabalhos na Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom). Neste ano, são 12 trabalhos que disputam o troféu nas categorias Jornalismo, Publicidade, Audiovisual e Rádio, TV e Internet. Além disso, os discentes irão apresentar artigos em salas de exposição de grupos temáticos no Intercom Júnior. Nos últimos anos, os alunos do DECOM vêm se destacando na competição e conquistando consecutivas vitórias, o que aumenta a expectativa para o Congresso. “Participar do Intercom é ter certeza quanto ao compartilhamento de ideias em meio à comunicação. Além de conhecer gente nova é uma oportunidade de mostrar os nossos trabalhos produzidos em sala de aula para todo o Nordeste. Em 2017, por exemplo, quebramos essa barreira e chegamos ao nacional, algo que já está virando rotina diante da excelência atribuída aos trabalhos acadêmicos da Uern”, diz Fernando Nícolas, aluno do 7° período de Jornalismo. Os professores Esdras Marchezan e Fabiano Morais, coordenador da UernTV, e criador e ex-coordenador, respectivamente, apresentarão no Intercom Nordeste 2018 os resultados da UernTV, projeto de TV Universitária da UERN. Eles foram convidados pela organização do evento, representando a Uern, para participação no painel Experiências Profissionais: As TVs Educativas -Diálogos com a Universidade e a Educação, que ocorrerá no dia 6 de julho, com as presenças também de Fernando Veloso (Roquette Pinto/TV Escola), Acácio Jacinto (Canal Futura/Fundação Roberto Marinho), e mediação de Fabíola Moura (UNEB-Juazeiro). Além do painel, o professor Esdras Marchezan também ministrará oficina sobre “Produção de reportagem transmídia”, e o professor Fabiano Morais ministrará oficina sobre “Produção audiovisual universitária”. “É uma satisfação representar a Universidade num evento como o Intercom Nordeste, principalmente falando de um projeto que tem dado tantos resultados positivos como é a UernTV”, destaca o professor Esdras Marchezan. O Intercom reúne estudantes, pesquisadores e professores de Comunicação de universidades de todo o Nordeste, sendo um espaço importante de troca de experiências e fortalecimento do intercâmbio acadêmico.
Com o projeto ‘Acolhimento e humanização’, a Associação de Apoio aos Portadores de Câncer de Mossoró e Região (AAPMCR) participa da edição 2018 do McDia Feliz. A inserção da instituição na campanha foi confirmada durante o workshop Dialogando sobre o câncer infantojuvenil, que ocorreu em São Paulo, no período de 20 a 22 de junho, em paralelo ao lançamento da campanha pelo Instituto Ronald McDonald. Como afirma a assessoria de comunicação do McDia Feliz, essa é uma campanha em prol de crianças e jovens de todo país. "A iniciativa, liderada junto à rede de oncologia pediátrica pelo Instituto Ronald McDonald, consiste na venda do Big Mac, através dos tíquetes antecipados e no dia da campanha, que será em 25 de agosto, em todos os restaurantes McDonald’s do País, além da venda de produtos promocionais pelas instituições. O valor arrecadado com a campanha será direcionado aos projetos contemplados. A venda dos tíquetes antecipados já começou. Cada tíquete custa R$ 16,50 e pode ser adquirido junto à instituição”, informa a assessoria do McDia Feliz. O objetivo da AAPCMR através da campanha, que em Mossoró tem como tema ‘Amor que acolhe’, é estruturar a Unidade Infantojuvenil para prestação de atendimento multiprofissional. Desse modo, será possível ampliar os serviços que são ofertados atualmente. Através do projeto, a ideia é adequar espaços para oferecer Fisioterapia e Terapia Ocupacional para crianças e adolescentes assistidos na AAPCMR, e atendimento psicológico para pacientes e familiares. Além disso, por meio do projeto a instituição pretende promover a troca dos equipamentos do consultório odontológico e otimizar a assistência social. A Unidade Infantojuvenil da AAPCMR acolhe crianças e adolescentes de diversos municípios do interior potiguar, que vêm a Mossoró para realizar o tratamento contra o câncer. COMO PARTICIPAR Para colaborar com a iniciativa, os interessados devem adquirir os tíquetes do Big Mac, vendidos na própria instituição e com funcionários da Associação. É importante lembrar que a venda é direcionada, especificamente, ao Big Mac. Para mais informações sobre a venda de tíquetes, os interessados podem entrar em contato com a instituição através dos telefones (84) 9 8899-5064 e 3316-0871.
Qual a melhor dieta? Basta procurar no google: “dietas rápidas” e uma lista infinita de opções para perder 3, 5, 7 e até 10kg em poucos dias irão surgir bem na sua frente. Dieta da proteína, da sopa, sem glúten e sem lactose. Dieta dos pontos, do tipo sanguíneo, dukan, das frutas, da linhaça, detox e por aí vai... Não há problema algum em buscar alternativas para melhorar sua qualidade de vida, saúde e até mesmo, melhorar a sua relação com o seu corpo. O que não pode, ou pelo menos não deveria acontecer, é usar métodos duvidosos, como remédios, dietas malucas ou de outras pessoas, principalmente, sem orientação de um profissional! Geneticamente falando, NÃO SOMOS TODOS IGUAIS! E isso faz toda diferença quando falamos de nutrição e atividade física. Cada um de nós possui uma estrutura física e psicológica diferente. Além de hábitos, preferências, aversões e até mesmo rotinas distintas. E é isso que nos faz únicos! A individualidade biológica vem nos dizer que cada organismo reage de forma DIFERENTE ao MESMO estímulo, gerando suas próprias adaptações. Traduzindo, dois irmãos gêmeos podem comer exatamente a mesma coisa, praticar os mesmos exercícios e ainda assim obterem resultados diferentes. Acredite em mim, nutrição não é receita de bolo! É estratégia, e o que deu certo com seu amigo, pode sim não funcionar com você, aliás, é muito provável que isso aconteça. Na verdade, até mesmo o que deu certo com você a três meses atrás pode ser que não funcione mais hoje. É complexo! E agora, você consegue responder? Qual a melhor dieta? Simples, a melhor dieta é aquela que foi feita para você!! É aquela que foi elaborada especificamente para as suas necessidades, considerando sua rotina, atividades diárias, costumes, níveis de atividade, regionalidade, preferências, situação financeira, além de considerar suas especificidades genéticas e metabólicas. Uma dieta pobre em carboidratos pode ser ótima para você, e para outras pessoas pode ser uma verdadeira catástrofe. Copiar a dieta prescrita para outras pessoas, tomar medicamentos ou suplementos sem orientação, poderá te atrapalhar e muito, e provavelmente te colocará ainda mais longe do seu objetivo. Saúde não é gasto. É investimento! Pense nisso. Marina Castro – Nutricionista – CRN 21432/P
Desde que o Brasil iniciou a sua caminhada na Copa do Mundo da Rússia, esta tem sido a pergunta que eu mais escuto a cada jogo. Após as vitórias consistentes e às vezes também nervosas da seleção, o torcedor brasileiro demonstra a necessidade de escutar na voz de outro torcedor ou torcedora de que sim, é possível acreditar na conquista do tão sonhado hexa. Imagino que contra o México você sentiu seu coração palpitar alucinadamente durante os primeiros 22 minutos pelo menos, não foi? Contra a Costa Rica, sentiu um alívio silencioso e ensurdecedor ao mesmo tempo após a vitória nos últimos minutos. No jogo contra a Sérvia, talvez a agonia tenha sido um pouco menor, ainda bem rs. A nossa seleção, a cada partida que se passa, demonstra porque essa frase endossa que o otimismo não veio apenas pela história que temos no futebol, mas pela consistência que o time demonstra dentro de campo. O Brasil é o único que se mantém sem sofrer gols na Copa do Mundo, levou apenas aquele tento suíço, que poderia até ter sido anulado pelo VAR. Em cada novo desafio, desperta olhares para outros jogadores como Thiago Silva, Miranda, Filipe Luís, Philippe Coutinho e ontem, Willian. Nossa defesa inspira respeito, enquanto parece que a bola que queimava no pé nos primeiros jogos, agora domina no peito e vai pra cima. Confesso que fujo diariamente do otimismo extremo. Assisto os jogos do Brasil em silêncio, soltando um grito de indignação ou o famoso “vamo” vez ou outra para descarregar as energias. No papel e na caneta, encontro o refúgio que preciso para enxergar e transcrever o jogo e dar motivos para responder a pergunta que carimba este texto. O acreditar ele nasce a partir do que os nossos olhos enxergam e do que nos cativa. Fizemos uma arrancada histórica nas eliminatórias, superamos nossas dificuldades na fase de grupos e classificamos em primeiro, criamos um grupo sólido, com boas alternativas entre titulares e reservas, finalmente estamos presentes como seleção, temos padrão tático, um time maduro e capaz. Viu? Fiz você passar seus olhos nestas palavras só pra tentar cativar sua atenção e também a sua confiança. A única coisa que não posso afirmar com todas as letras é a vitória, uma vez que já notamos que nesta Copa do Mundo, e acredito que assim será daqui pra frente, ninguém pode ser descartado com tamanha facilidade. Futebol é um esporte lógico que nem sempre tem lógica. Pode ser explicado em estatísticas, mas pode enlouquecer estatísticos. Mas e aí, você acredita? Vou deixar a pergunta no ar, crendo que sei a resposta. Espero que eu tenha feito você acreditar mais. Larissa Maciel - estudante de jornalismo do curso de Comunicação Social da UERN
2017 não foi um ano fácil para muita gente, e se isso inclui você, é hora de dar a volta por cima e fazer o possível para passar bem longe dos apertos em 2018. Para isso, o consultor financeiro pessoal Fábio Henrique, da Ponto de Equilíbrio Consultoria Financeira, te dá algumas dicas super aplicáveis no dia a dia e que vão te manter no azul! Faça o seu orçamento agora Pode ser em um planilha no computador ou em um caderno, você escolhe, “o importante é ter anotado todas as suas previsões de receitas, entradas, 13º salário, férias e todas as despesas fixas que já sabe que terá, como aluguel, material escolar, mercado, despesas da casa. Sempre reserve um item para extras, como aquele presente de aniversário, eventos em família, imprevistos etc. Uma boa dica é pegar seus comprovantes de pagamento dos últimos três meses, que aí dá para lembrar de várias coisas que talvez tenha esquecido”, diz Henrique. Não tire o olho dos limites! Principalmente do cheque especial e da própria conta, porque, segundo o especialista, “são alguns dos juros mais altos do mercado. Acontece que muita gente se acostuma a ficar devendo R$ 1.000, R$ 2.000 desse limite, e fica pagando R$ 100, R$ 200 reais de juros, que é um valor extra que não amortiza a dívida; no fim do ano, a dívida continua lá e você ainda pagou mais do que o valor dela em si. Mais uma vez, um jeito de evitar isso é, em cima do seu orçamento já feito, buscar o equilíbrio entre receitas e despesas e, assim, não dar passos maiores que a perna. Agora, caso você não consiga sair dela, tente fazer um refinanciamento com seu próprio banco para transformá-la em parcelas, o que a torna mais fácil de liquidá-la”. Muito cuidado com o cartão de crédito O expert lembra que o cartão de crédito é um dinheiro de plástico, ou seja, não traz a mesma emoção e cuidado ao segurar uma nota de cem, por exemplo. “Se você sabe que ‘cartão na mão é vendaval’, e que não tem tanto controle assim, tente fazer mais transações com dinheiro, evite levar o cartão. Decida que vai gastar ‘X’ reais e saque só aquilo para usar. Esse olhar mais racional te ajuda muito: pode até não saber o que vai comprar de presente, mas já tem noção da faixa de preço em que vai procurar”.
No próximo jogo do Brasil, válido pelas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia, os bancos novamente terão expediente bancário diferenciado. A seleção brasileira enfrentará a Bélgica às 15h da sexta-feira 6 de julho. Por meio de uma circular, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que o horário de atendimento ao público durante os jogos da seleção no Mundial seria de no mínimo quatro horas, sendo dispensado o cumprimento da regra em vigor, que prevê cinco horas obrigatórias e ininterruptas. Com isso, na sexta-feira 6 os bancos estarão abertos ao público das 9h às 13h. Conforme circular do BC, as agências bancárias deverão, com antecedência mínima de dois dias úteis, afixar em suas dependências aviso sobre o horário de atendimento nos dias dos jogos do Brasil.
II Fórum de Segurança Pública de Mossoró começa nesta quarta-feira, dia 04 de julho e as inscrições ainda podem ser feitas tanto através do WhatsApp: (84) 9 9601-4355 e 9 8778-6374 como também presencial, na hora do evento. O II Fórum é uma realização da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção de Mossoró, através da Comissão de Segurança Pública e Comissão do 9º Período de Direito da UERN, nos dias 04 e 05 de julho, das 18h às 22h no auditório da sede da OAB Mossoró. O tema central é Interdisciplinaridade na Garantia da Cidadania e Direitos Humanos, com palestras de especialistas no assunto e certificação Online de 10h.
Na primeira queixa de dor de cabeça na criança ou adolescente, o alerta para a duração, frequência, intensidade e sintomas associados, deve ser avaliado. Esse é o primeiro destaque que a médica pediatra Kallydya Pasqually, do Hapvida, faz aos pais. O quadro que pode evoluir para a enxaqueca afeta diretamente a qualidade de vida dos indivíduos acometidos. “As crianças que apresentam enxaqueca antes dos dez anos tendem a ter uma remissão das crises após a puberdade’’, revela a médica. De acordo com um estudo publicado, no mês de maio de 2018, pela revista Cephalalgia, a prevalência de enxaqueca na infância atinge igualmente os dois sexos. “A ansiedade e a cobrança exagerada para realização de alguma atividade educacional, por exemplo, podem ser agravantes para a dor de cabeça que esses meninos e meninas têm’’, destaca o estudo. O neurocirurgião Alexandre Seixas complementa os fatores que desencadeiam uma crise. ‘‘A enxaqueca, que também é conhecida como migrânea, costuma ser altamente intensa quando ocorre contato com odores fortes, estímulos luminosos e jejum, pois são elementos desencadeantes’’. Prevenção – “Em crianças por volta dos 5 anos, as dores de cabeça podem ser reveladas pelo comportamento. Então, uma das formas de prevenção é atenção a esses sinais’’, explica a pediatra Kallydya Pasqually. A prevenção também é pontuada pelo neurocirurgião Alexandre Seixas. “Evitar café, temperos prontos, alimentos industrializados e embutidos, integram esses cuidados nos quadros de dor de cabeça na infância’’. Tratamento – “A melhor forma de tratamento deve ser definida por um profissional, por isso, os pais devem prestar atenção nas relações de estresse, privação de sono, alimentação, mudanças familiares e escolares, para repassar ao especialista as exposições que os filhos estão vivenciando todos os dias’’, finaliza a médica Kallydya Pasqually. Foto: http://www.guiainfantil.com