Browsing Category

Destaque

O Movimento Espírita de Mossoró realiza a 30ª Semana de Arte e Cultura Espírita de Mossoró. O evento acontece há 30 anos e nesta edição a proposta é levar os participantes a reflexão do tema “Quem somos, de onde viemos e para onde vamos?”. A abertura será no dia 22 de outubro, às 19h30, e a programação seguirá até o dia 27, no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado, no Corredor Cultural da Avenida Rio Branco. O evento é inteiramente gratuito e sem custos de acesso para os participantes. Paralelamente a 30ª Semana de Arte e Cultura Espírita de Mossoró acontece a Semaninha Espírita, voltada para crianças e adolescentes, com programação de 22 a 27, também no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado. A Semaninha Espírita se propõe a incluir os filhos na programação enquanto os pais assistem as palestras. Os eventos têm apoio da Federação Espírita Brasileira (FEB) e da Federação Espírita do Rio Grande do Norte (FERN). O coordenador do Centro Espírita de Mossoró, José Couto, esteve no programa Tudo em Dia, na TV Terra do Sal, falando sobre a 30ª Semana de Arte e Cultura Espírita de Mossoró que será realizada este ano de 22 a 27 de outubro, no teatro Dix-huit Rosado, às 19h. 🎥🔴🖥 #semanaespírita #mossoró #programatudoemdia #entrevista #quemsomos #deondeviemos #praondevamos #tv #aovivo
O consumo de açúcar promove aparecimento de rugas e acelera o envelhecimento.  Isso mesmo! Após seu consumo, o açúcar é responsável por uma reação no corpo chamada de glicação (reação que ocorre entre a glicose e as proteínas de sustentação da pele, como o colágeno). Quando a glicação acontece, as proteínas são modificadas e isso impede que as células desempenhem seus papéis originários, causando danos às fibras elásticas e às fibras de colágeno, antecipando assim o envelhecimento da pele, originando perda de elasticidade, perda de tonicidade e abrindo precedentes para o surgimento das rugas. Para te ajuda a prevenir e tratar esse envelhecimento, a Clínica Heloísa Mota realiza a avaliação, e identifica cada disfunção que precisa ser tratada! E assim traça o seu plano personalizado de tratamento, com as melhores associações de tratamento e produtos diponíveis no mercado! Clínica Heloísa Mota Rua Prof. Manoel João, 84, Doze Anos Mossoró-RN (84) 3314-2980 @clinicaheloisamota
Foi aberta oficialmente nesta segunda-feira (15) a programação da VI Semana de Ciência, Tecnologia e Inovação da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), no Campus Central. Nesta edição, o evento acontece de forma descentralizada, contemplando todos os Campi da UERN. A programação já aconteceu nos Campi de Natal e Assú, e permanece em Mossoró até a próxima sexta-feira (19). A VI Semana de Ciência, Tecnologia e Inovação tem como tema central “Ciência para a redução das desigualdades”, e compreende o XIV Salão de Iniciação Científica, o VII Encontro de Pós-Graduação; o VII Salão de Iniciação Científica do Ensino Médio; V Encontro de Gestão, Empreendedorismo e Inovação; o III Colóquio Temático das Unidades Acadêmicas da UERN e o IV Salão de Extensão. Chefe de Gabinete da Reitoria, professor Zezineto Mendes abriu oficialmente a Semana de Ciência, Tecnologia e Inovação. Ele destacou a importância dos 50 anos da Instituição, afirmando que nesse período a Universidade contribuiu com a formação de mais de 42 mil profissionais nas mais diversas áreas do conhecimento. “Esta semana que hoje nós estamos iniciando é mais uma demonstração desse papel que ela busca continuar, que é a transformação da vida das pessoas através da ciência, da tecnologia e da inovação, contribuindo de forma efetiva para a diminuição das desigualdades, tema central deste evento”. Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, o professor Rodolfo Lopes afirmou que a UERN está inserida “É um momento de muita honra porque a UERN está inserida no calendário científico do País. Com a VI Semana de Ciência, Tecnologia e Inovação, integramos a programação da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia”. Ele também falou sobre a importância do tema central do evento. “Mais do que um tema, é um convite aos segmentos da sociedade para que a produção do conhecimento científico tenha como propósito a transformação da realidade”. O presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte (FAPERN), professor João Maria de Lima, participou da solenidade de abertura. Ele falou sobre a importância da UERN para o desenvolvimento do Estado. “A UERN é o maior patrimônio do Rio Grande do Norte porque ela chega aonde muitas vezes o próprio Estado não consegue chegar. A UERN mostra que a ciência, a pesquisa e o desenvolvimento vão além da ‘Reta Tabajara’. Não tenho dúvidas em dizer que é a Universidade que mais contribui para o desenvolvimento da educação no Rio Grande do Norte, a que forma mais professores da rede básica, por exemplo”. A Profª. Drª. Ana Cristina Brito Arcoverde proferiu palestra sobre o tema central da semana, “Ciência para a redução das desigualdades”. A professora expôs ideias sobre ciências,  apresentando algumas perspectivas sobre o papel da ciência. “Apresento ideias sobre ‘Ciências’, no plural, e o limite que ainda existe para a redução das desigualdades. Proponho não a redução, mas a superação das desigualdades através das ciências. Discutimos as desigualdades do ponto de vista de suas origens e como sendo um produto da sociedade capitalista dentro de uma perspectiva mais política”, explicou a palestrante. A VI Semana de Ciência, Tecnologia e Inovação é uma realização das Pró-Reitorias de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPEG), de Ensino de Graduação (PROEG) e de Extensão (PROEX). Também participaram da solenidade de abertura a pró-reitora de Ensino de Graduação, professora Francisca Ramos, e o pró-reitor de Extensão, professor Emanoel Márcio Nunes.
A Unidade do SEST SENAT de Mossoró terá, a partir da próxima terça-feira (2), um Simulador de Direção, que facilitará a capacitação de motoristas de ônibus, caminhões e vans. O novo equipamento será entregue pelo presidente do Conselho Regional Nordeste II do SEST SENAT, Eudo Laranjeiras Costas, durante um café da manhã, às 8h desta terça-feira (2/10). Com investimento de mais de R$ 1 milhão, o simulador de direção tem em sua memória mais de 180 km de percurso, incluindo todos os tipos de vias. Simula veículos de câmbio manual e automático, dimensões, pesos, capacidade e tipos de carga diferentes, conforme a legislação vigente e os modelos disponíveis no mercado, assim como suas especificações de potência e curva de torque. Os resultados apresentados nos cursos com prática de direção no SEST SENAT, após o uso dessa nova tecnologia, demonstram que é possível o índice de 29% de redução de erros na condução e se alcançar um ganho de 9% de rendimento no consumo de combustíveis. O SEST SENAT oferece treinamentos gratuitos para os profissionais das empresas de transporte e autônomos, contribuintes do Serviço. São mais 30 cursos disponíveis, que variam de 8 a 32 horas/ aula.
O Partage Shopping Mossoró terá horário de funcionamento especial no feriado municipal de 30 de setembro (Libertação dos Escravos) e no feriado estadual do dia 3 de outubro (Mártires de Cunhaú e Uruaçu). Em ambos, as lojas funcionam das 14h às 20h, com a praça de alimentação e boliche começando a operar a partir das 11h. O cinema abrirá às 14h e a academia funcionará das 8h às 14h.
Em setembro de 2014, começava o sonho de muitos estudantes do curso de Comunicação Social: a criação de uma TV da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Idealizado pelo professor Fabiano Morais, o projeto tem envolvido os graduandos com a prática do telejornalismo. São quatro anos de produção de conteúdo. Um milhão e meio de minutos no Youtube. Milhares de vídeos produzidos de forma independentes e através de parcerias com outras Universidades e o Canal Futura. Produção de reportagens e séries de veiculação nacional. Reportagens premiadas a nível nacional. Com poucos anos de existência, a UERN TV tem muita história para contar. “A Uern TV surgiu com a proposta de envolver os estudantes do curso de Comunicação na prática laboratorial do telejornalismo, assumindo um espaço importante na narrativa jornalística potiguar. Em pouco tempo, com muito envolvimento dos alunos, apoio importante da Universidade, e parcerias regionais e nacionais, o projeto cresceu e hoje caminha para a consolidação da Uern TV como a TV Universitária da UERN. Um projeto sonhado pelo professor Fabiano Morais, que hoje está se estruturando como um veículo marcado pelo respeito do público e a pluralidade do seu conteúdo”, Esdras Marchezan, subchefe de Gabinete, responsável pela Uern TV. A UERN TV funciona com uma equipe composta por estagiários, voluntários e técnicos. O conteúdo da TV é transmitido pelo canal 21 da TCM. Os vídeos também podem ser acessados através do canal no Youtube.
A distribuição de kits gratuitos já está acontecendo em Mossoró. O kit, composto por antena digital e conversor com controle remoto, permitirá que mais de 35 mil famílias continuem assistindo TV em seus aparelhos antigos após o desligamento do sinal analógico na região, que acontecerá em 05 de dezembro. A distribuição é uma ação realizada pela Seja Digital – entidade não governamental e sem fins lucrativos, responsável pela operação do processo de digitalização da TV no Brasil, atendendo a determinações da Anatel e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Para saber se está participando da distribuição, a população deve ligar para a central telefônica gratuita 147 ou acessar o portal www.sejadigital.com.br/kit com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, basta realizar o agendamento para retirada do kit gratuito, que também deve ser feito no site ou central telefônica. Cada família pode escolher o ponto de retirada mais próximo à sua residência, além da melhor data e horário para buscar os equipamentos. “As famílias devem entrar em contato com a Seja Digital o quanto antes para verificar se têm direito ao kit gratuito e já realizar o agendamento. Com os equipamentos instalados, elas poderão assistir à programação da TV aberta com qualidade de imagem e som de cinema, antes mesmo do desligamento do sinal analógico”, comentou Marcello Espírito Santo, gerente regional da Seja Digital. Em Mossoró, a partir de 05 de dezembro, todos os televisores devem estar adaptados para receber o sinal digital. Os telespectadores devem verificar se o modelo de TV que possuem é compatível com a nova tecnologia e, caso não seja, conectá-lo a um conversor digital. Assessoria de Comunicação - (84) 4141.2173 Ana Paula Silva - (84) 99909.6782 Danielle Leite (84) 99401.1841 Danilo Moisés (84) 98823-9924
O projeto de extensão Moviola Feminista, da UERN, irá exibir na próxima terça (18) o filme Retratos de Identificação, de Anita Leandro. O longa traz a narrativa de Dora, uma mulher insurgente, presa e torturada pelo DOPS no período da ditadura. Leandro aborta os silêncios desse período histórico, partindo de uma documentação de vidas que só sabemos que existiram porque foram registradas pela ótica de torturadores. Retratos de identificação é um libelo político que grita verdades sobre os assustadores silêncios (e silenciados e silenciadas) da ditadura brasileira. E não poderia ser exibido em mais oportuno momento político nacional. A exibição será a primeira de uma série, numa mostra cineclubista cuja curadoria é justamente de filmes dirigidos por mulheres no período da ditadura. Na programação das próximas semanas estão ainda obras de Helena Solberg, Adélia Sampaio, Teresa Trautman e Lucia Murat. Sempre às terças, a partir das 19h, no auditório do DECOM. Vamos todas assistir e debater, juntas contra o fascismo.
Faz duas semanas que não posto nada aqui na coluna devido as correrias da vida. Confesso que, pelo pouco tempo que estou tendo, tem sido cada vez mais difícil acompanhar o futebol brasileiro, quem dirá o internacional. Mesmo assim, algumas coisas acabam saindo de campo e tomam proporções bem maiores, que chegam em todos os ouvidos. É como uma bola chutada de forma errada, que entra na casa de uma pessoa e quebra um vidro, gera um estrondo e pode até causar medo. Foi assim que me senti ontem vendo torcedores do Atlético Mineiro cantando, assim como outras torcidas já fizeram, gritos homofóbicos. Uma bola fora gigantesca, que comprova que o futebol ainda é utilizado como um campo de guerra, um campo de ódio e preconceito, disfarçados por uma paixão à uma camisa, um time, um símbolo. Dizem que política não se mistura com futebol. Dizem que religião também não se mistura. Na verdade, se misturam até demais e é até compreensível. Mas por que então misturar amor com preconceito? Aliás, com violência verbal e moral, com uma intolerância que já deveria ter recebido há anos o seu merecido cartão vermelho. Se temos um país que mais mata pessoas LGBTs no mundo, temos um esporte preconceituoso, cheios de casos de racismo e homofobia, que utiliza de falas lotadas de ódio para justificar uma suposta liberdade de expressão, que atinge a liberdade de ir e vir e, de acima de tudo, de existir. O que torcedores atleticanos fizeram ontem não tem nada a ver com futebol, mas existe nele cada vez mais. Os cânticos de ameaça e de intolerância, falados como brincadeira, mostram a pessoa que as camisas muitas vezes disfarçam. É absolutamente repugnante as atitudes mostradas num clássico tão grandioso, mas que também é mostrada na clássica rotina e a população diz não enxergar. Essa bola fora eu não gostaria mais que quebrasse meu vidro de esperança em um mundo e em um país melhor e mais respeitoso. Essa bola fora eu gostaria que fosse furada pelas confederações, pelas lideranças, não somente por notas oficiais que nem sempre são eficazes. Essa bola fora pode ser revertida em campanha contra o ódio e o incentivo à tolerância. Essa bola fora, infelizmente, afasta muita gente do futebol e muita gente das ruas por medo de ser o que é e isso não deveria ser assim. Essa bola fora... bate na cara de um esporte mais humano, diverso e forte. Essa bola... tirem-a das mãos dos intolerantes. Larissa Maciel – estudante de jornalismo do curso de Comunicação Social da UERN
A 2ª edição da campanha Aquece Mossoró começa neste sábado, dia 15, e permanece até 29 de setembro para o comércio, indústria e serviços de Mossoró. A promoção tem o objetivo de movimentar e aquecer a economia local durante 14 dias. Neste ano, o projeto é realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) em conjunto com o Sindicato do Comércio Varejista (SINDIVAREJO), Sindicato da Indústria da Construção Civil (SINDUSCON) e Zumba Comunicação. Durante a programação, as lojas vão participar da campanha ofertando promoções com descontos reais no preço de produtos e serviços. Todas as unidades participantes serão fiscalizadas pela organização da campanha para seguirem a orientação dos descontos legítimos. Os estabelecimentos que estão no Aquece Mossoró ficarão decorados com bandeirolas e peças da campanha. Além dos preços promocionais, o Aquece Mossoró terá outros atrativos durante a programação. Entre eles: o ‘Dia Sem Imposto’, no qual o empresário determina um produto de sua loja para subsidiar o valor do imposto refletindo em desconto no preço final ao consumidor, a data da ação será divulgada na véspera; haverá também ‘Sorteio de Prêmios’ com 01 carro, 01 moto e 13 smartphones, no dia 5 de outubro, para quem realizar compras nas lojas envolvidas com valor a partir de R$ 30,00. Entre as novidades desta edição, o Aquece Mossoró trouxe para os lojistas, gerentes e empresários dos estabelecimentos participantes treinamento sobre Vendas Consultivas e Varejo 4.0, ministrado por especialistas em administração de empresas e gestão de negócio do Sebrae, ocorridas nos dias 5 e 6 de setembro. A ação foi oriunda da parceria entre o Aquece Mossoró e o Sebrae do RN. Para os lojistas que ainda desejam participar, basta adquirir o “kit de participante” na sede da CDL Mossoró, localizada à Rua Alfredo Fernandes, n. 292, Centro. Mais informações podem ser obtidas no 3422-0300.