Browsing Category

Destaque

O núcleo Mossoró do projeto GerAção Solidária realizará nos dias 08/12 e 09/12 o encontro territorial de jovens da economia solidária – polo Mossoró, com o tema “Juventude em rede: construindo uma economia feminista e solidária”. A atividade é voltada para jovens de grupos da economia solidária  e tem como objetivo principal a articulação desses jovens, fomentando a formação de uma rede estadual de juventude solidária, além de atender a outros aspectos. A ocasião contará com oficinas temáticas intituladas: “Feminismo e economia solidária” e “Juventude construindo uma economia solidária e justa”. Além disso, será realizada uma visita à Feira de Economia Solidária do bairro Nova Vida, onde haverá a interação com a comunidade, a apreensão de saberes práticos a partir da atividade dos grupos que participam da feira e apresentações culturais, e um intercâmbio para conhecer o trabalho de jovens com agroecologia e economia solidária na unidade produtiva da comunidade de Paulo Freire. ​No dia 08 o evento acontece na Chácara Sonho Meu, em Sussuarana, zona rural de Mossoró, a 12 km da rotatória da UERN, no caminho de Areia Branca, nas margens da BR 110.  À noite do dia 08 a programação será no bairro Nova Vida, a partir das 18h na Praça Rivelino Pereira, em frente à Capela São José Operário. No sábado, o intercâmbio será na comunidade Paulo Freire, zona rural de Mossoró, acesso pela BR após a saída para Natal, a partir das 8h30 da manhã. Ainda no Sábado, acontecerá o encerramento das atividades, às 11h, na sede do grupo Mulheres em Ação, também no bairro Nova Vida, na rua Herondina Cavalcante Dantas, 2082, após o mosteiro.  O projeto GerAção Solidária é uma iniciativa do Ministério do Trabalho, através da Subsecretaria de Economia Solidária (SENAES), junto com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e é executado pela Fundação de Apoio ao IFRN (FUNCERN). São parceiros do projeto o Centro Feminista 8 de Março e a Rede Xique-Xique.
Uma parte da história da política mossoroense está em livro e será lançado próximo dia 21 de dezembro pelo jornalista Bruno Barreto - UERN/95FM/TCM.  "Os Rosados Divididos: como os jornais não contaram essa história" será lançado no Memorial da Resistência (Sala Joseph Boulier), às 19h30. A publicação sai pela editora mossoroense Sarau das Letras. Bruno conta no livro como se deu a divisão política de uma das famílias mais tradicionais na história política do RN, na década de 1980.  A obra é fruto de uma dissertação de mestrado, que aborda o tema a partir da cobertura dos jornais Gazeta do Oeste e O Mossoroense.  O jornalista já iniciou o processo de pré-venda. Quem tiver interesse em adquirir o exemplar deve entrar em contato pelo número: (84) 9 8889 3574.
Quando falamos em fontes de ômega-3 os primeiros alimentos que nos vêm em mente são os frutos do mar, e muitas vezes esquecemos das oleaginosas. Castanhas, amêndoas, pistache, nozes, macadâmia e avelãs são fontes de gorduras boas, e trazem uma série de benefícios à saúde quando inseridas em uma alimentação equilibrada. Em um estudo divulgado recentemente na revista Journal of the American College of Cardiology, pesquisadores dos Estados Unidos ao analisar dados de mais de 200 mil pessoas, observaram que comer esses alimentos regularmente reduz as chances de surgimento de doença arterial coronariana e acidente vascular cerebral (AVC) em até 21%. Destacando ainda, que o consumo frequente de castanhas pode está relacionado à redução de fatores de risco cardiovascular, incluindo a dislipidemia, diabetes tipo 2 e síndrome metabólica. As oleaginosas também possuem ação antioxidantes, combatendo os radicais livres, pois contém boas quantidades de selênio e vitamina E. Da mesma forma, o potássio e o magnésio presentes, auxiliam na prevenção de cãibras e na redução do LDL colesterol (colesterol ruim). Como consumir as oleaginosas? A melhor maneira é "in natura", pois não contém sal, evitando assim, um consumo excessivo de sódio. As oleaginosas são perfeitas para lanches intermediários, sejam elas acompanhadas por uma fruta, iogurte ou mesmo sozinhas. Mas também podem enriquecer preparações nas principais refeições, a exemplo das saladas. Quanto posso comer? Assim como absolutamente tudo na vida, excesso no consumo das oleaginosas também pode trazer malefícios. Ricas em gorduras, comer mais que o recomendado pode fazer você ganhar um peso indesejável. Além disso, a castanha-do-Pará é rica em selênio, e consumir mais de 10 unidades, por duas semana seguidas, pode acarretar uma alta concentração do mineral no organismo, causando intoxicação, que pode levar um aumento na queda de cabelo, unhas quebradiças, dermatite, fadiga, alterações no esmalte dos dentes e ainda alterações no sistema nervoso, causando irritabilidade e mau hálito. A quantidade recomendada para consumo são duas castanhas-do-Pará. Já castanha de caju, amêndoas, nozes e mecadâmia, quatro unidades cada. Lembre-se sempre, NÃO EXISTE ALIMENTO MILAGROSO! O que existe são alimentos que incorporados a hábitos de vida saudáveis irão trazer benefícios a sua saúde. Coma bem, para comer sempre! Marina Castro – Nutricionista – CRN 21432/P
Alunos da Escola Estadual 30 de Setembro promoveram uma confraternização alusiva aos festejos natalinos para as crianças e adolescentes assistidos pela Associação de Apoio aos Portadores de Câncer de Mossoró e Região (AAPCMR) e em tratamento na Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC). A comemoração aconteceu na Sala Hospitalar, na manhã desta terça-feira, 5, coincidentemente, a data em que se comemora o Dia Internacional do Voluntário. O evento teve direito a lanche, brincadeiras, distribuição de lancheiras e até a presença do Papai Noel, interpretado por um dos organizadores. A comemoração foi promovida por Kênia Carvalho, Mara Delmiro, Carlos Felipe Herculano, Jiordana Costa e Carolina Lima, um grupo de estudantes do primeiro ano do Ensino Médio, que se mobilizou realizando venda de bilhetes para sorteio e arrecadação de valores e a coleta de doações. Tudo com o objetivo de proporcionar um momento de alegria aos pacientes infantojuvenis em tratamento oncológico. A iniciativa foi aprovada pelas crianças. É o que confirma a pequena Marília Oliveira, de cinco anos, que gostou de tudo. Para quem promoveu a confraternização, o resultado também foi positivo. “Foi maravilhoso”, diz Kênia Carvalho. “Foi uma experiência única ver o sorriso deles, brincar com eles. Eu espero vir mais vezes”, acrescenta. A expectativa de retorno é compartilhada pelo restante do grupo que, motivado pela solidariedade, deu os primeiros passos no caminho do voluntariado. TEATRO – Os pacientes infantojuvenis também foram contemplados com apresentações culturais. Na próxima quinta-feira, 7, às 19h, eles assistirão à pré-estreia do espetáculo ‘Branca de Neve’, apresentado no Teatro Municipal Dix-huit Rosado. O espetáculo é promovido pela Biofit Academia de Dança, que fez o convite aos pacientes oncológicos, entre outras crianças e adolescentes que serão contemplados, como informa Cibele Duarte, que integra o grupo. Já a quinta-feira passada, 30, foi o momento de assistir 'A Bela e a Fera', novo trabalho da Academia Shekiná, apresentado no Teatro Dix-huit Rosado.
É chegado o tempo da TV Digital se instalar por completo no Brasil. Segundo a ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações), no dia 5 de dezembro de 2018, o sinal analógico de TV será desligado em Mossoró e as transmissões dos canais serão feitas apenas pelo sinal digital, que proporciona imagem e som de melhor qualidade, livre de chiados, chuviscos e fantasmas. O processo é conduzido pela Seja Digital, entidade responsável por operacionalizar a migração do sinal de TV aberta do analógico para o digital no Brasil.Criada por determinação da Anatel, a entidade não governamental e sem fins lucrativos tem como missão informar à população o que precisa ser feito para ter acesso à TV Digital. Em 04 de junho deste ano, o sinal analógico de televisão foi desligado em 26 municípios potiguares. A suspensão temporária foi apenas um alerta para a contagem regressiva de um ano para o desligamento definitivo do sinal analógico. Durante o período de transição, os telespectadores da região que assistem aos canais de TV aberta passarão a ver durante a programação um sinal com a letra "A". Este símbolo indica que o sinal daquela TV é analógico. No dia 5 de dezembro de 2018, o sinal analógico será desligado e apenas o sinal digital estará disponível. Para mais informações sobre como se preparar para desligamentos do sinal analógico dos canais de TV aberta, acesse o portal www.sejadigital.com.br. Em breve, as campanhas de comunicação e as ações de mobilização chegarão a Mossoró anunciando o desligamento do sinal analógico dos canais abertos de televisão.
🎁🎁🎁🎁 ⓢⓞⓡⓣⓔⓘⓞ Para participar é muito fácil!!! 1:✅Seguir os IGs @kekperfumesepresentes e @alinelinharesoficial no Instagram 2:✅Curtir a foto oficial 3:✅Marcar 3 amigas (os) (Lembrando que não vale marcar perfil fake ou de famosos). Pronto! Você já está concorrendo a estes produtos: 🛍 1 Perfume Sintonia Total Natura 🎁 1 cx de sabonetes Natura 🛍 1 Desodorante em creme Natura O sorteio acontece dia 15 de dezembro, às 11h, de forma eletrônica. A ganhadora (o) pode receber o presente em até 3 dias úteis na loja K&K - rua Francisco Isódio, nº 153 - loja 2. Levar documento de identificação e apresentar o IG sorteado. Mais Informações: (84) 9 8807 7942 Whatsapp.
Na manhã de hoje, 04, integrantes do partido Solidariedade visitaram os hospitais da Liga Mossoroense, unidades I e II. A visita se deu em virtude de uma campanha que o “Solidariedade Mulher” desenvolveu durante o mês de outubro que arrecadou mais de 1.600 lenços em todo o RN. Para a Liga Mossoroense, foram doados 360 lenços. O Lenço Solidário é uma campanha de arrecadação de lenços para serem doados as mulheres que perderam os cabelos na luta contra o câncer. Em 2016, primeiro ano da campanha, o Solidariedade Mulher conseguiu a doação de quase 300 lenços através de postos de coletas e doações individuais. “Sabemos que a perda dos cabelos é um dos efeitos colaterais entre tantos que as mulheres enfrentam em um tratamento quimioterápico, e afeta muito a auto estima feminina. Independente do grau de importância que é dado à aparência, sentir-se bela importa muito na qualidade de vida e recuperação das pacientes”, destaca Luciana Bezerra, membro do Solidariedade Mulher. A campanha se deu durante todo o mês do Outubro Rosa, mês de combate e conscientização sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce dos câncer de mama e útero.
É dezembro e o fotógrafo Ricardo Lopes realiza nos dias 02 e 03, 09 e 10, 16 e 17, a Feira Vuco-vuco, no pátio do Armazém Chaplin, no horário das 16h às 21h. Um evento Multi Cultural nos moldes de outras já existentes nas grandes cidades do Brasil, como por exemplo, a “Feirinha Francesa” que já acontece na nossa capital Natal há algum tempo e é sucesso absoluto. O evento contará com vários expositores, dos mais diversos segmentos, dos quais podemos citar: gastronomia, entretenimento, artesanato, serviços, presentes, dentre tantos outros possíveis de se adaptarem ao formato de qualquer feira nesse estilo. Enfatizando que neste primeiro sábado 02/12, o evento conta com a presença da jovem Simone Genuíno com seu bazar solidário. Ela que é portadora da síndrome de Chiari, precisa fazer uma cirurgia com urgência. Quem comprar no seu bazar acima de R$10,00, vai concorrer um ensaio fotográfico com Ricardo Lopes Telefones de contato: (84) 9 8701.1111 Ricardo Lopes | (84) 9 9902.0502 Sol / Elânia.
Com toda certeza você já leu em algum lugar que o açúcar é viciante. Da mesma forma, todos nós em algum momento de nossas vidas já sentimos a extrema necessidade de consumir algo doce. Isso acontece porque no momento que ingerimos alguma guloseima, o cérebro libera substâncias químicas naturais que nos dão uma súbita sensação de prazer. Ao identificar essa sensação boa, o cérebro tende a pedir mais e mais dessas substâncias e consequentemente, mais açúcar. Em um estudo feito na Universidade de Princeton, nos EUA, foi constatado que o consumo excessivo de açúcar modifica o comportamento e causa alterações no cérebro similares aos efeitos causados por abuso de drogas. O que nos mostra, a real capacidade viciante do açúcar. Outras possíveis causas para a compulsão estão relacionadas à deficiência de serotonina, que nada mais é que um neurotransmissor (mensageiro do cérebro) do humor, a resistência à insulina, e aumento do cortisol (hormônio do estresse). Mas também pode estar associada a alguma deficiência na absorção de nutrientes, como ácido fólico, vitamina B6, vitamina B12, magnésio e zinco. E à saúde da microbiota intestinal. Quando você ingere açúcar ou carboidrato, você tem um pico de glicemia, isto é, um crescimento rápido do açúcar no sangue, isso faz com que o pâncreas seja estimulado a produzir e liberar mais insulina, que irá converter a glicose em energia e o seu excesso será transformado em gordura. O problema da compulsão por doces, vai muito além da obesidade. O excesso de açúcar pode causar, diabetes, cáries, depressão do sistema imunológico e alterações de humor, todo cuidado é pouco. Para controlar a compulsão é preciso tempo e paciência, se você realmente se considera um viciado em doces, não vai ser de um dia para o outro que isso vai mudar, nem muito menos, vai ser um processo fácil, mas algumas dicas podem te ajudar: · Reduza a ingestão de alimentos industrializados ao máximo, principalmente os que contém farinha branca; · Prefira carboidratos complexos (integrais) com menor índice glicêmico e que possuam mais fibras; · Aumente o consumo de alimentos ricos em triptofano (aminoácido que ajuda a controlar o estresse), como banana, feijão, lentilha, iogurtes, nozes; · Beba bastante água, o cérebro tende a confundir desidratação com fome; · Procure sempre fazer refeições com todos os macronutrientes (carboidratos, lipídios e proteínas). Gorduras e proteínas garantem uma maior saciedade e por mais tempo, ajudando a resistir a vontade de comer doce; · Evite comprar doces para estocar em casa. A facilidade do acesso pode aumentar a tentação. Compre sempre apenas o que vai consumir na hora; · Retire o açúcar dos sucos e cafés aos poucos. Com o tempo, o seu paladar irá se adaptar e diminuir a compulsão; · Equilíbrio. Não é proibido comer um docinho, só não exagere. Pode até parecer bobagem hoje, mais com o tempo essa compulsão poderá acarretar problemas que você levará para a vida toda. Cuidado! Na dúvida, procure um profissional, ele irá te ajudar e orientar nesse desafio. Marina Castro – Nutricionista – CRN 21432/P