Campanha em Mossoró alertará para riscos da automedicação

Pesquisa recente, divulgada pelo Instituto de Pesquisa e Pós Graduação para o Mercado Farmacêutico (ICTQ), aponta que, no Brasil, 40% da população realizam autodiagnóstico e, consequentemente, automedicação. O número, mais elevado entre os jovens, preocupa e estimula campanhas que alertam para os riscos do uso de medicamentos sem prescrição médica.

Para reforçar essa conscientização em Mossoró, iniciativa do Centro Brasileiro de Cursos (Cebrac) mobilizará profissionais e alunos do curso de Atendente de Farmácia da instituição, em Pit Stop Saúde, nesta sexta-feira (31). A atividade, que acontece das 9h às 12h, em frente à sede da escola (ao lado da Igreja de São Vicente), alertará para problemas causados pela automedicação.

“O acesso às informações digitais, principalmente entre os jovens, faz com que muita gente se autodiagnostique e se automedique apenas com base em informação da internet, e isso é muito perigoso. Pode mascarar doenças e causar sérios riscos à saúde”, alerta Hallissiany Duarte, professora de Farmacologia do curso Atendente de Farmácia, do Cebrac.

Ao longo da programação, que faz parte das ações de responsabilidade social da escola, serão distribuídos materiais informativos com orientações e dicas para evitar a automedicação, responsável pelo maior número de casos de intoxicação no país. A atividade, totalmente gratuita, inclui ainda realização de testes de glicemia, aferição da pressão arterial e dicas de primeiros socorros.

“Cumprimos um papel importante na educação de nossos alunos e queremos estender essa função ao maior número de pessoas, através de ações sociais como essa, que leva conhecimento e, ao mesmo tempo, alerta para problemas sérios, como a automedicação”, pontua Gil Gomes, coordenador Pedagógico do Cebrac Mossoró.

Mais Posts