Bateu Saudade – HISTÓRIA E POESIA

Hoje a noite deitada no meu quarto, senti falta do teu cheiro, dos teus beijos e das mãos bobas de menino.

Fechei os olhos para lembrar dos momentos mágicos que tive ao seu lado, do olhar caliente, do qual me fez senti mulher envolvente.

Fico a me perguntar se um dia voltarei a sentir o frio na barriga, as mãos trêmulas, coração palpitante toda vez que teu corpo encontrou o meu.

Mas se não for possível reviver o que vivemos, ficarei aqui só na carência, lembrando dos momentos que me fez gemer curtindo a experiência.

Foto: Pacífico Medeiros

Solange Santos – Comunicóloga graduada pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN – Poetisa nas horas da vida  

Mais Posts