No próximo jogo do Brasil, válido pelas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia, os bancos novamente terão expediente bancário diferenciado. A seleção brasileira enfrentará a Bélgica às 15h da sexta-feira 6 de julho. Por meio de uma circular, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que o horário de atendimento ao público durante os jogos da seleção no Mundial seria de no mínimo quatro horas, sendo dispensado o cumprimento da regra em vigor, que prevê cinco horas obrigatórias e ininterruptas. Com isso, na sexta-feira 6 os bancos estarão abertos ao público das 9h às 13h. Conforme circular do BC, as agências bancárias deverão, com antecedência mínima de dois dias úteis, afixar em suas dependências aviso sobre o horário de atendimento nos dias dos jogos do Brasil.
II Fórum de Segurança Pública de Mossoró começa nesta quarta-feira, dia 04 de julho e as inscrições ainda podem ser feitas tanto através do WhatsApp: (84) 9 9601-4355 e 9 8778-6374 como também presencial, na hora do evento. O II Fórum é uma realização da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção de Mossoró, através da Comissão de Segurança Pública e Comissão do 9º Período de Direito da UERN, nos dias 04 e 05 de julho, das 18h às 22h no auditório da sede da OAB Mossoró. O tema central é Interdisciplinaridade na Garantia da Cidadania e Direitos Humanos, com palestras de especialistas no assunto e certificação Online de 10h.
Na primeira queixa de dor de cabeça na criança ou adolescente, o alerta para a duração, frequência, intensidade e sintomas associados, deve ser avaliado. Esse é o primeiro destaque que a médica pediatra Kallydya Pasqually, do Hapvida, faz aos pais. O quadro que pode evoluir para a enxaqueca afeta diretamente a qualidade de vida dos indivíduos acometidos. “As crianças que apresentam enxaqueca antes dos dez anos tendem a ter uma remissão das crises após a puberdade’’, revela a médica. De acordo com um estudo publicado, no mês de maio de 2018, pela revista Cephalalgia, a prevalência de enxaqueca na infância atinge igualmente os dois sexos. “A ansiedade e a cobrança exagerada para realização de alguma atividade educacional, por exemplo, podem ser agravantes para a dor de cabeça que esses meninos e meninas têm’’, destaca o estudo. O neurocirurgião Alexandre Seixas complementa os fatores que desencadeiam uma crise. ‘‘A enxaqueca, que também é conhecida como migrânea, costuma ser altamente intensa quando ocorre contato com odores fortes, estímulos luminosos e jejum, pois são elementos desencadeantes’’. Prevenção – “Em crianças por volta dos 5 anos, as dores de cabeça podem ser reveladas pelo comportamento. Então, uma das formas de prevenção é atenção a esses sinais’’, explica a pediatra Kallydya Pasqually. A prevenção também é pontuada pelo neurocirurgião Alexandre Seixas. “Evitar café, temperos prontos, alimentos industrializados e embutidos, integram esses cuidados nos quadros de dor de cabeça na infância’’. Tratamento – “A melhor forma de tratamento deve ser definida por um profissional, por isso, os pais devem prestar atenção nas relações de estresse, privação de sono, alimentação, mudanças familiares e escolares, para repassar ao especialista as exposições que os filhos estão vivenciando todos os dias’’, finaliza a médica Kallydya Pasqually. Foto: http://www.guiainfantil.com
Me pergunto todos os dias "quem eu sou" diante desse imenso desejo de ser uma flor que desabrochou. Me pergunto todos os dias "para onde vou" diante desse imenso desejo de ir além do que me cativou. Me pergunto todos os dias "se alguém me notou" diante desse imenso desejo que eu sinto de ser quem sou. Quem sabe um dia eu tenha as respostas, que me deixará disposta a prosseguir a caminhada abrindo as portas. Solange Santos - Comunicóloga graduada pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN – Poetisa nas horas da vida 
O dia 1º de julho marca a oficialização do número 188 para atender, em todo território nacional, como telefone de apoio para quem precisa falar com alguém no momento que pensa em cometer suicídio. A inspiração veio do CVV — Centro de Valorização da Vida, fundado em São Paulo, em 1962. O CVV é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal, desde 1973. Presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo e anonimato. A instituição é associada ao Befrienders Worldwide, que congrega entidades congêneres de todo o mundo, e participou da força tarefa que elaborou a Política Nacional de Prevenção do Suicídio, do Ministério da Saúde, com quem mantém, desde 2015, um termo de cooperação para a implantação de uma linha gratuita nacional de prevenção do suicídio. Cerca de 11 mil pessoas morrem por suicídio todos os anos no Brasil. De acordo com o primeiro boletim epidemiológico sobre suicídio, divulgado nesta quinta-feira, 21, pelo Ministério da Saúde, entre 2011 e 2016, 62.804 pessoas tiraram suas próprias vidas no país, 79% delas são homens e 21% são mulheres. A divulgação faz parte das ações do Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção ao suicídio. Precisamos falar sobre esse assunto! Que tal divulgar essa informação? Pode ter alguém perto de você que está precisando e não quis te pedir ajuda.
Por conta do jogo entre Brasil e México, às 11h, as agências bancárias de todo o país vão funcionar em dois períodos nesta segunda-feira (2 de julho): das 8h30 às 10h30 e das 14h às 16h. Segundo informou a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), o horário de atendimento foi reduzido a quatro horas nos dias dos jogos da Seleção Brasileira na Copa da Rússia em respeito a uma circular emitida pelo Banco Central (BC), que recomenda o corte por motivos de segurança das agências e de transporte de valores. Quem tem conta que vence na segunda-feira (2) precisa ficar atento ao horário das agências. Se deixar de pagar, terá de arcar com multa e juros. Fora do expediente, os bancos oferecem aos clientes opções como os caixas eletrônicos, a internet banking, o aplicativo do banco no celular e operações bancárias por telefone. 
Nesta segunda-feira, 25, por 18 votos a 9, a comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa o projeto de lei 6299/2002, conhecido como “Pacote do Veneno”, aprovou o texto-base do parecer do deputado Luiz Nishimori (PR/PR). A proposta ainda tem que ser analisada pelo plenário da Câmara. O pacote em questão revoga a atual Lei de Agrotóxicos (7.802/1989) e libera o uso indiscriminado dessas substâncias, incluindo algumas cancerígenas, atualmente proibidas no Brasil. Se aprovada pelo Congresso, o Brasil estará na contramão das recentes decisões tomadas por países da união Europeia. Segundo a Anvisa, a nova lei propõe que só devem ser proibidos, agrotóxicos cuja avaliação apontem que os mesmos têm “risco inaceitável”. Atualmente, o Brasil já é o maior consumidor mundial de agrotóxicos, ultrapassando a marca de 1 milhão de toneladas. O que equivale a um consumo médio de 5,2 kg de veneno agrícola por habitante! Mas você tem ideia dos malefícios que esse consumo ou o contato com essas substâncias podem te causar? Eu te digo! Estudos apontam, danos ao DNA, estresse oxidativo, desregulação dos hormônios, hepatotoxicidade, déficits cognitivos, efeitos neurotóxicos, risco de infertilidade, câncer, Autismo, Alzheimer, entre outras consequências. Para as grávidas, o risco é dobrado. Evidências apontam que o contato com pesticidas pode levar a problemas durante a gestação, como a morte de fetos, problemas de desenvolvimento neurológico, diminuição do tempo de gestação e pouco peso do bebê. A opção mais saudável disponível para nós consumidores é escolher preferencialmente alimentos orgânicos. E sempre lavar frutas, legumes e verduras, independente da procedência. No entanto, como nem sempre é possível o acesso exclusivamente a produtos orgânicos, na internet é fácil encontrar receitas simples para retirar o excesso de pesticidas: Tônico para lavar frutas e vegetais: Faça uma mistura de três xícaras (710 ml) de água filtrada, três colheres de sopa de vinagre branco e duas colheres de sopa de bicarbonato de sódio. Em seguida, você tem duas opções. A primeira é aplicar a mistura com um spray sobre os alimentos para, na sequência, esfregá-los e enxaguá-los. A segunda é despejar o tônico em uma vasilha e deixar as frutas e os vegetais de molho. Pressionar também é importante. Não podemos mais engolir tanto agrotóxico. Assine já pela aprovação da Política Nacional de Redução de Agrotóxicos! Essa luta também é sua, acesse: https://www.chegadeagrotoxicos.org.br/ e assine a petição. Marina Castro – Nutricionista – CRN 21432/P
O brincar, para a criança, é uma forma de expressar os sentimentos e o modo como ela percebe o mundo. “É terapêutico, pois é o modo que ela têm de comunicar o que sente, já que ainda não tem a habilidade de fazer isso em uma conversa madura, por exemplo”, diz a psicóloga infantil Mariana Gomes Freire. E é nesse momento lúdico que você ensinar e tirar vários aprendizados. Olha só! A forma correta de brincar Antes de tudo, é fundamental ter em mente que você não pode brincar com o pequeno como uma colega dele, mas como um pai, sendo assim, “não aja como se estivesse competindo com ele. Se vencê-lo de forma injusta, tirando proveito de toda a sua experiência, além de ele se sentir injustiçado, também aprende que pode se beneficiar de alguém em desvantagem em relação a ele mais para a frente”, alerta a psicóloga. Aproveite para conhecer os pontos fracos e fortes da criança Durante a brincadeira, é possível conhecer as nuances da criança, entre competências ou dificuldades, que, segundo a profissional, “podem ser emocionais (desistir do jogo, ser intolerante com o tempo de cada um, não saber lidar com a frustração, etc.) ou físicas (dificuldades motoras ou em relação a força, equilíbrio, etc.). A partir daí, é possível criar situações que levem o filho a superar essas dificuldades, e dependendo de sua gravidade, vale procurar ajuda profissional”. Perceba o feedback que a criança te dá E use isso para melhorar a sua relação com ela, ou até mesmo com o mundo. “Observando a criança em seu momento lúdico, em que ela está completamente desarmada, você consegue identificar bem como ela se porta e lida com aquela situação. Se grita muito, provavelmente é porque aprendeu com você ou com alguém da família desse modo, portanto vale refletir se não é hora de mudar essa postura”. Brinque e ensine De acordo com Mariana, o contexto lúdico, ou seja, a hora da brincadeira “é um momento muito especial para inserir valores que você quer transmitir de modo mais tranquilo. Mesmo que você acredite que as historinhas são um super meio de ensinar a ‘moral da história’ para a criança, a verdade é que sua postura em relação a regras, tolerância, cooperação, respeito e justiça quanto ao jogo estão todo o tempo sendo observadas por ela. Então, capriche!”.
Para começar o segundo semestre de novidades do Partage Shopping Mossoró, o empreendimento traz, pela primeira vez ao Rio Grande do Norte, a exposição Mundo Jurássico. A mostra terá início no dia 1º de julho e apresentará réplicas de dinossauros em tamanho real, com sons e movimentos, sendo um diferencial na cidade neste período de férias. A exposição ficará localizada na praça de eventos do shopping, próximo ao boliche, com dinossauros que estarão em um ambiente diferenciado, para que o público viva a era jurássica de forma realista. “Trazer pela primeira vez ao estado a exposição Mundo Jurássico mostra que o Partage Shopping Mossoró, assim como a cidade que o acolhe tão bem, tem o espírito pioneiro. É uma forma de mostrar que estamos no caminho certo, proporcionando aos mossoroenses experiências inesquecíveis, construindo um shopping cada vez melhor, com a qualidade que a região merece”, comenta Charles Santiago, superintendente do Shopping. O Mundo Jurássico é uma atividade dinâmica e enriquecedora para escolas e excursões, mais informações entrar em contato através do número 33422-7000, nas redes sociais do empreendimento ou acessar o site www.partageshoppingmossoro.com.br
A cada quatro anos e também os anteriores de ansiedade e espera, o torcedor ou a torcedora vive o espírito da Copa do Mundo e transpira a vontade de saber quais serão os pontos altos da competição, uma vez que, a cada nova disputa, as seleções passam por mudanças táticas, fases específicas de pura glória ou de drama, mas respiram o sonho de ser campeão do Mundo. Em 2014, a realização da Copa no Brasil foi permeada de alegria, do já conhecido sofrimento e a confirmação de que naquele ano, a Alemanha deveria ser a grande campeã. Já em 2018, a Copa da Rússia tem se mostrado de grande competitividade, mas também de fartas emoções desde a fase de grupos. Seja no sofrimento da Argentina para conseguir ir as oitavas, na lamúria do Peru já eliminado, nas dificuldades enfrentadas pela seleção alemã ou na peleja brasileira para vencer as barreiras chamadas falta de precisão e até mesmo o VAR (árbitro de vídeo), essa Copa, amigos e amigas, será um grande sofrimento para cardíacos, mas premiará os corajosos. E já explico o porquê. Em um contexto geral, não há só uma maneira de jogar no futebol. É de acordo com o que se tem de material humano que os treinadores poderão definir as melhores estratégias. Nesta Copa, ainda que as equipes venham com seus inúmeros conceitos, ideais e práticas de treinamentos para dentro de campo, na hora que a bola rola é que será possível ver o anseio pela vitória. E mais, é que será possível também entender o que é a Copa do Mundo e porque ela representa tanto para cada nação. Quando me refiro à coragem, tenho a necessidade imediata de citar a Tunísia, que mesmo sofrendo diante da boa geração belga, se dispôs a encarar os perigos de ser ofensiva quando era preciso. Não há tempo para temer nada quando se trata da maior competição futebolística do planeta. A seleção brasileira, na hora do desespero, da agonia e da vontade de alcançar o resultado, precisou modificar seu sistema para ser mais incisiva, buscando nas atuações de Coutinho, Douglas Costa e Neymar a glória nos últimos minutos contra a Costa Rica. Não dá pra esquecer-se da grande Alemanha, que de tanto chutar e criar oportunidades conseguiu vencer a também corajosa Suécia, que lutou para segurar o sonhado empate, mas viu a qualidade de Kroos definir o placar salvador da classificação dos atuais campeões. Você pode achar que quando me refiro à coragem estou ligando esta qualidade automaticamente ao ataque e não à “retranca”. Mas há coragem no ferrolho suíço, na eliminada Polônia, no velocímetro mexicano, na surpreendente Rússia, nas comemorações explosivas e emocionantes da Islândia e do Panamá em seus pequenos grandes feitos históricos, nas comemorações políticas dos suíços. Acima de tudo isso, há a felicidade e a vontade de ver o povo sorrir, traduzindo-se na amostragem de cultura, paixão e respeito ao se que representa dentro e fora das quatro linhas. Cardíacos, se preparem! Teremos mais gols nos últimos minutos, mais pênaltis decididos no polêmico VAR, mais faltas perigosas, mais vibrações, danças, abraços, lágrimas, mais história, mais Copa. Prepare seu coração, leitor e leitora. As emoções da Copa só começaram. E ela veio pra mexer mesmo com você. Seja bem vindo ao espírito da Copa do Mundo novamente. Prepara-se para quarta, vem mais Brasil por aí. Que sejamos corajosos, mais objetivos. Larissa Maciel - estudante de jornalismo do curso de Comunicação Social da UERN