A procura de respostas – HISTÓRIA E POESIAS

Me pergunto todos os dias “quem eu sou” diante desse imenso desejo de ser uma flor que desabrochou.

Me pergunto todos os dias “para onde vou” diante desse imenso desejo de ir além do que me cativou.

Me pergunto todos os dias “se alguém me notou” diante desse imenso desejo que eu sinto de ser quem sou.

Quem sabe um dia eu tenha as respostas, que me deixará disposta a prosseguir a caminhada abrindo as portas.

Solange Santos – Comunicóloga graduada pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN – Poetisa nas horas da vida 

Mais Posts